Printer Friendly

Saber Profssional em Servico Social--uma perspetiva etnografico-situacional.

Caria, Telmo y Pereira, Fernando (coord.) (2017). Saber Profssional em Servico Social--uma perspetiva etnografico-situacional [El saber profesional en Trabajo Social: una perspectiva etnografico-situacional [Learn Professional in Social work--an ethnographic perspectivesituational]. Viseu: Psicosoma. 196 pp. ISBN: 9789728994792

La resena (1) de esta obra constitui-se como um marco incontornavel para perceber a genese, o desenvolvimento e a consolidacao do saber profssional em Servico Social. Este livro representa, ainda, um especial contributo para o conhecimento da identidade profssional do assistente social.

Os organizadores do livro sao Telmo Caria e Fernando Pereira. Telmo Caria e licenciado em Sociologia e doutor em Sociologia da Educacao e e, atualmente, professor catedratico da Universidade de Tras-os-Montes e Alto Douro (UTAD--Portugal). Entre alguns dos livros publicados, conta com: O Trabalho Social Profssional no Terceiro Sector (2014)--tambem em coorganizacao com Fernando Pereira; Saber e Formacao no Trabalho Profssional Relacional (2013); Grupos Profssionais, Profssionalismo e Sociedade do Conhecimento: tendencias, problemas e perspectivas (2012). Fernando Pereira e doutor em Ciencias Sociais e professor adjunto no Instituto Politecnico de Braganca (IPB--Portugal) e tem como areas de interesses de investigacao o conhecimento e identidade profssional relacionados com o envelhecimento.

Alem do contributo dos dois organizadores, este livro e composto por textos de Filipa Cesar, Raquel Biltes, Octavio Sacramento, Elizabeth Challinor e Francisco Branco. A obra esta organizada em nove capitulos e tem como substrato empirico "um estudo mais amplo sobre o trabalho social profssional no terceiro setor social em organizacoes nao lucrativas (ONL) do norte de Portugal, executado entre Janeiro de 2010 e Maio de 2013".

Este livro, nao obstante a organizacao plasmada no indice, segundo Telmo Caria pode considerar-se dividido em tres partes: uma primeira parte mais teorica e metodologica para a qual concorrem os capitulos 2, 3 e 4; uma segunda parte mais analitica e empirica composta pelos capitulos 5, 6 e 7; e numa terceira parte os capitulos 8 e 9 onde estao vertidos os comentarios criticos de investigadores com interesse neste tema, contudo exteriores a esta linha de investigacao.

No capitulo primeiro - O saber profssional em contexto de trabalho e interacao social sao enumeradas algumas das motivacoes subjacentes a elaboracao desta obra, enquadra-se a tematica e remata-se o capitulo com uma incursao a explicacao da estrutura do livro.

No capitulo segundo - A dualidade do saber profssional: uma abordagem sociocognitiva o autor propoe-se a iluminar a interacao que se estabelece entre o conhecimento formalmente adquirido, o conhecimento proveniente da experiencia e da acao e os sistemas de intervencao nos quais estes conhecimentos sao mobilizados. Com recurso ao dialogo entre a psicologia cognitiva e a sociologia, o autor, vai desvendando a estrutura do saber profssional.

No capitulo terceiro - O situado, o tacito e o quotidiano do saber: contribuicoes microssociologicas - aprofunda-se o dialogo entre as ciencias cognitivas e as ciencias sociais e procede-se a problematizacao das nocoes de "acao situada, cognicao situada e saber tacito". Enumeram-se, ainda, os seis tipos de saber que serao conceptualizados e que formam o modelo de analise que servira de base ao estudo etnografico do saber profssional. Os tipos de saber operacionalizados e considerados na interacao social sao: o saber rotineiro; o saber improvisado; o saber justificador; o saber retrospetivo-normativo; o saber antecipador-prenunciador; e o saber prospetivo.

No quarto capitulo--Uma estrategia etnografica de investigacao para o saber profssional -, Telmo Caria e Filipa Cesar aludem para a importancia do uso do metodo etnografico, descrevem todo o processo de implementacao da estrategia de recolha de informacao e dedicam, ainda, algum espaco para demonstrar a adequacao deste metodo na apreensao do saber profssional. Ha, ainda, lugar para uns breves apontamentos sobre a articulacao das tres dimensoes basilares do metodo etnografico que foram, paulatinamente e sob a orientacao dos investigadores mais experientes, operacionalizadas pelas bolseiras do projeto. Em concreto, essas dimensoes remetem-nos para "os principios epistemico-metodologicos", a "linguagem de descricao metodologica" assente numa constante reflexao critica do que esta a ser vivenciado e o ato de "selecionar episodios e situacoes relevantes" provenientes dos momentos de interacao do investigador com o objeto de estudo.

No capitulo quinto--Trajetorias e contextos de trabalho social: uma abordagem comparativa em Servico Social -, Fernando Pereira, Telmo Caria e Raquel Biltes procedem a uma descricao, "tendo em vista permitir ao leitor perceber as trajetorias profssionais e as condicoes socio-organizacionais que definem o contexto de trabalho das tres assistentes sociais participantes no estudo etnografico realizado".

Ja no sexto capitulo--Da narrativa etnografica a analise situacional do Servico Social -, Telmo Caria e Octavio Sacramento dao continuidade ao processo de validacao e explicitacao da opcao metodologica para este trabalho. Com este apartado fica demonstrado o substancial lastro metodologico contido neste livro, podendo, desta forma, assumir-se, tambem, como uma especie de manual sobre o metodo etnografico.

Os mesmos autores, referidos anteriormente, dao corpo ao capitulo setimo--Formas de controlo situacional e saberes profssionais em Servico Social. Neste apartado, os autores, imergem ainda mais nas questoes relacionadas com a identidade profssional do Servico Social, sobre a forma como e mobilizada, entendida e articulada nos varios sistemas com os quais interage.

Para os capitulos finais, oito e nove, ficam reservados os comentarios criticos de Elizabeth Challinor e Francisco Branco, respetivamente. No capitulo oitavo--Antropologia, moralidade e saber profssional, a autora assume que o seu comentario tem o objetivo de "contribuir ao dialogo interdisciplinar sobre como e que se deve teorizar o saber profssional" e vai mais alem propondo que o "saber profssional e as situacoes de trabalho como um todo, e a partir das narrativas recolhidas, de alargar o olhar analitico para enquadrar o trabalho de servico social num contexto mais abrangente da esfera publica". O capitulo nono--Saberes informais e sistemas abstratos de conhecimento em Servico Social, propoe uma analise critica do Servico Social, produzida por Francisco Branco, um reconhecido doutorado e investigador nesta area. O autor assume tres momentos na sua intervencao: um primeiro onde interroga o potencial e os limites do metodo etnografico para "o estudo e analise das praticas e saber profssional em servico social"; num segundo momento foca-se na dimensao dos saberes tacitos; e por ultimo refete "criticamente as possiveis implicacoes da teorizacao do saber profssional sustentada para a formacao em servico social".

A titulo de epilogo, salienta-se que estamos perante uma obra que se constitui como um contributo impar para o conhecimento acerca do servico social. E um livro teorica e metodologicamente denso, complexo e minucioso fazendo jus a quem o produziu. Com certeza, esta obra figurara para a historia, desta profssao, como umas das mais profundas analises ao seu epicentro identitario.

Carlos Jorge Manso Gomes

Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento, Portugal https://cetrad.utad.pt/

(1) "Este trabalho enquadra-se no projeto de I&D "Patrimonio cultural da Euro-regiao Galiza-Norte de Portugal: Valorizacao e Inovacao. GEOARPAD" Programa operativo EP - INTERREG V A Espanha - Portugal (POCTEP). Convocatoria 1, Identificador 769- GEOARPAD (0358_GEOARPAD_1_E), financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) atraves do Programa de Cooperacao INTERREG V-A Espanha-Portugal 2014-2020 (POCTEP)". O projeto e tambem enquadrado na linha de turismo e desenvolvimento do CETRAD, um centro financiado por Fundos Europeus Estruturais e de Investimento, na sua componente FEDER, atraves do Programa Operacional Competitividade e Internacionalizacao (COMPETE 2020) [Projeto no 006971 (UID/SOC/04011); Referencia do Financiamento: POCI-01-0145-FEDER-006971]; e por Fundos Nacionais atraves da FCT--Fundacao para a Ciencia e a Tecnologia, no ambito do projeto UID/SOC/04011/2013.

http://dx.doi.org/10.5209/CUTS.60723
COPYRIGHT 2019 Universidad Complutense de Madrid
No portion of this article can be reproduced without the express written permission from the copyright holder.
Copyright 2019 Gale, Cengage Learning. All rights reserved.

Article Details
Printer friendly Cite/link Email Feedback
Author:Gomes, Carlos Jorge Manso
Publication:Cuadernos de Trabajo Social
Date:Jan 1, 2019
Words:1396
Previous Article:Entrevista a Mikel Gurbindo: Del oficio artesanal a las politicas de apoyo a la familia, la infancia y la adolescencia.
Next Article:Imaginarios de transformacion: el Trabajo Social revisitado.

Terms of use | Privacy policy | Copyright © 2019 Farlex, Inc. | Feedback | For webmasters