Printer Friendly

SURFE: UMA REVISAO SISTEMATICA.

RESUMO

Introducao: Apesar da maior popularidade do surf e da evolucao no desenvolvimento de equipamentos esportivos para a modalidade, a literatura cientifica especializada relata que pouco se sabe sobre os fatores relacionados ao treinamento e performance fisica nessa modalidade. Objetivo: Identificar os principais estudos cientificos que abordam a tematica surfe relacionada a fisiologia do exercicio. Materiais e Metodos: Trata-se de uma revisao sistematica de literatura, com a utilizacao das bases de dados indexadas ao Portal Periodicos Capes. Resultados: Utilizando os descritores: "surfe", "surfistas" e "fisiologia do exercicio", bem como seus respectivos termos em ingles: "surf", "surfing", "surfer" e "exercise physiology, foram encontrados 155 artigos, destes foram selecionados seis artigos que atendem os criterios de inclusao propostos, os quais foram analisados na integra. No que se refere a tematica de cada estudo, dois deles abordam aspectos relacionados ao equilibrio e controle postural, tres se referem a questoes relacionadas a performance fisica, enquanto um apresenta como tema central a termoregulacao. Conclusao: Dentro dos criterios estabelecidos para o desenvolvimento da presente revisao sistematica, esta confirma os indicios apontados na literatura cientifica de que existem poucas pesquisas abordando fatores relacionados a performance fisica no surfe.

Palavras-chave: Esporte. Exercicio Fisico. Fisiologia.

ABSTRACT

Surf: a systematic review

Introduction: Despite the increased popularity of surfing in the development and evolution of sports equipment, the specialized scientific literature reports that few is known about the factors related to training and physical performance in this modality. Aim: To identify the key scientific studies on the subject surf related to exercise physiology. Methodology: This is a systematic literature review, with the use of databases indexed to Portal Periodicos Capes. Results: Using the descriptors : " surf", "surfing", "surfer" and " exercise physiology " as well as their respective terms in Portuguese, "surfe", "surfistas", and "fisiologia do exercicio", 155 articles were found, these six articles were selected that meet the criteria for inclusion proposed, which were analyzed in their entirety. Regarding the theme of each study, two of them address issues related to balance and postural control, three of which concern issues related to physical performance, while one has the central theme of thermoregulation. Conclusion: Within the criteria established for the development of this systematic review, this confirms the evidence in the scientific literature indicated that there is little research addressing factors related to physical performance in surfing.

Key words: Sport. Exercise. Physiology.

INTRODUCAO

Nos ultimos anos, o surf vem recebendo um aumento expressivo no numero de praticantes. Segundo a International Surfing Association (2012) no mundo existem aproximadamente 35 milhoes de surfistas. No Brasil, estima-se que esse numero seja superior a 2,5 milhoes (Base e colaboradores, 2007).

Alem da maior popularidade do surf, a modalidade vem sofrendo uma evolucao muito grande no que se refere ao desenvolvimento de equipamentos esportivos.

Nos ultimos 30 anos foram desenvolvidos pranchas com melhor hidrodinamica, propiciando manobras cada vez mais velozes e complexas, acompanhadas por uma enorme demanda fisica e tecnica, com destaque para as manobras aereas (Base e colaboradores, 2007).

Apesar de tal evolucao, a literatura cientifica especializada relata que pouco se sabe sobre os fatores relacionados ao treinamento e performance fisica nessa modalidade (Navarro, Danucalov e Ornellas, 2010).

Neste sentido, o presente artigo procurou realizar uma revisao sistematica de literatura para identificar os principais estudos cientificos que abordam a tematica surfe relacionada a fisiologia do exercicio.

MATERIAIS E METODOS

O acesso aos artigos cientificos, alinhada com o tema da presente revisao sistematica, foi realizado no dia 03 de julho de 2013, atraves de pesquisa eletronica "booleana", nas bases de dados indexadas ao Portal Periodicos Capes.

Foram utilizados os descritores: "surfe", "surfistas" e "fisiologia do exercicio", bem como seus respectivos termos em ingles: "surf", "surfing", "surfer" e "exercise physiology". Devido ao grande volume de artigos encontrados utilizando os descritores individualmente, optou-se pelo agrupamento dos mesmos.

Na selecao dos artigos foram adotados como criterio de inclusao artigos originais completos, publicados nos ultimos cinco anos em periodicos cientificos, nos idiomas Portugues, Espanhol e Ingles e que possuiam como foco central a tematica fisiologia do exercicio relacionada ao surfe.

Uma analise inicial foi realizada com base nos titulos dos artigos, nos resumos de todos os manuscritos que preenchiam os criterios de inclusao.

Apos analise dos resumos, os artigos selecionados foram analisados na integra. Todos os processos de selecao e avaliacao foram realizados por pares.

RESULTADOS

A tabela 1 apresenta os resultados da pesquisa eletronica utilizando os descritores individualmente.

Devido ao grande volume de artigos encontrados utilizando os descritores em portugues (177) e ingles (104.943) individualmente, optou-se pelo agrupamento dos mesmos. A tabela 2 apresenta o numero de artigos encontrados com tais agrupamentos.

Ao analisar a tabela 2, pode-se observar que com o agrupamento dos descritores na lingua portuguesa, nenhum artigo foi selecionado, ja o agrupamento dos termos em ingles resultou na selecao de 155 artigos.

Ao listar os titulos dos artigos selecionados na pesquisa eletronica, foram observadas 14 duplicidades, estas foram excluidas, perfazendo um total de 141 titulos que foram analisados para verificacao se estes satisfaziam os criterios de inclusao da presente pesquisa.

Apos a analise dos titulos, foram selecionados 32 artigos para serem analisados os resumos, seguindo o mesmo criterio da analise dos titulos. Apos tal analise, foram selecionados seis artigos que atendem os criterios de inclusao propostos, os quais foram analisados na integra, na tabela 3.

Analisando a tabela 3, pode ser observado que todos os artigos selecionados possuem origem de centros de estudos australianos, com destaque para o artigo 5 que se trata de uma parceria entre pesquisadores de centros de estudos da Australia, Espanha e Qatar.

No que se refere a tematica de cada estudo, os artigos 2 e 6 abordam aspectos relacionados ao equilibrio e controle postural, ja os estudos 3, 4 e 5 se referem a questoes relacionadas a performance fisica, enquanto o artigo 1 apresenta como tema central a termoregulacao. A seguir, apresentamos uma breve descricao sobre o conteudo de cada estudo selecionado e analisado.

Thermoregulatory responses of junior lifesavers wearing protective clothing

O estudo analisou a influencia nas respostas termoregulatorias de surf lifesavers pre-adolescentes ao utilizar roupas de protecao a envenenamento por ferroadas de animais marinhos, comuns na regiao da Australia. A amostra do estudo foi composta por de sete individuos do genero masculino e 13 do feminino, com idade entre 7 e 12 anos.

Os participantes foram testados em dois momentos distintos. No primeiro momento os individuos utilizaram roupa de protecao completa, composta por material com 82% de nylon e 18% lycra, onde somente a cabeca, pes e maos ficavam expostos. No segundo, os participantes utilizaram roupa de banho normal, ou seja, sunga para os meninos e biquini para as meninas.

A bateria de testes consistia em simular a competicao entre os surf lifesavers em atividades de praia, seguidas de atividades aquaticas, similares as realizadas nas sessoes habituais de treino.

Os exercicios fisicos consistiram em corrida na areia, natacao e remada sobre a prancha de surf. Foram avaliadas, pre e pos-exercicio, a frequencia cardiaca (FC), temperatura da pele (Tp), temperatura corporal (Tc), fluxo sanguineo da pele, conforto termico, massa corporal, percepcao de esforco e taxa de suor. A Tc quando os individuos utilizaram a roupa protetora apresentou-se significativamente mais elevada comparada quando os mesmos utilizaram roupa de banho normal (37,78C[+ or -]0,06 e 37,60C[+ or -]0,07, respectivamente), os individuos do genero masculino (37,97C[+ or -]0,09) apresentaram temperaturas mais elevadas em comparacao com os do genero feminino (37,71C[+ or -]0,07). A Tp apresentaram-se inferiores no pre-exercicio em comparacao ao pos-exercicio.

No que se refere ao fluxo sanguineo da pele, este aumentou significativamente ao longo do tempo de exercicio. Os meninos apresentaram FC mais elevadas, quando utilizado o trage protetor, em comparacao as participantes do genero feminino, ocorrendo o oposto quando utilizado a roupa de banho normal. No que tange a taxa de suor e esforco percebido, nao foram encontradas diferencas significativas.

O estudo concluiu que individuos pre-puberes do genero masculino apresentam maior estresse fisiologico comparado ao genero feminino, quando estes utilizam trajes protetores. Alem disso, os autores apontam que a utilizacao de roupas de protecao deve ser limitada a atividades aquaticas, devido ao indicio de tais roupas colocarem individuos pre-adolescentes em risco aumentado de desenvolver doencas relacionadas ao calor, principalmente em atividades desenvolvidas na areia.

Effects of experience in a dynamic environment on postural control

Segundo o estudo, o surf e um esporte praticado em um ambiente altamente instavel e em constante mudanca, exigindo grande equilibrio e habilidade do sistema cognitivo. Nesse sentido, o objetivo do artigo foi avaliar os sistemas de controle postural de dois grupos de surfistas, com diferentes habilidades competitivas, em comparacao com um grupo controle de somatotipo semelhante. A amostra do estudo foi composta por 60 individuos do genero masculino, com media de idade de aproximadamente 24 anos.

Todos os participantes realizaram testes cognitivos, em plataforma de equilibrio, com os olhos abertos, olhos fechados, olhos fechados com a cabeca para tras, teste modificado de Stroop, teste especificos de surf. Alem disso, foram realizadas seis tarefas clinicas conduzidas em uma postura bipede, duas condicoes consideradas padrao, duas condicoes de privacao sensorial e duas incluindo tarefas cognitivas simultaneas.

Segundo os autores, o surf provavelmente aumenta a capacidade do cerebro de interpretar os estimulos sensoriais. Apesar disso, os resultados do estudo nao permitem afirmar que o nivel de experiencia no surf e capaz de facilita adaptacoes para o sistema de controle postural.

Os resultados do estudo indicam que os indices de oscilacao postural encontrados, durante os testes utilizados, nao foram capazes de elucidar se a experiencia no surf facilita adaptacoes no sistema de controle postural.

Blood lactate, heart rate and rating of perceived exertion responses of elite surf lifesavers to high-performance competition

O estudo procurou analisar as respostas metabolicas e fisiologicas de surf lifesavers durante dois dias de competicao. A amostra foi composta de 17 atletas de alta performance, 8 homens e 7 mulheres, com media de idade 21,2[+ or -]3,9 anos.

Os participantes foram avaliados durante dois dias de competicao especifica para a modalidade. A competicao envolveu atividades de iron (natacao, remanda em embarcacao individual, remada com prancha, intercalando com corridas na areia), stand up padle e natacao em mar aberto. Foram avaliadas as variaveis lactato sanguineo, frequencia cardiaca e percepcao de esforco, todas logo apos as baterias de qualificacao, semifinal e final.

O estudo apresentou um aumento gradativo nas demandas metabolicas, fisiologicas e de percepcao de esforco ao comparar as baterias qualificarias, semifinal e final em todas as atividades que compuseram a competicao.

Foram identificados aumentos crescentes nas demandas metabolicas e fisiologicas, devido ao aumento da intensidade de esforco nas baterias semifinal e final. Isso pode ser devido aos os atletas se utilizarem de estrategias de prova empregando intensidades submaximas de esforco durante as baterias qualificarias, aumentando a intensidade nas baterias semifinal e final. Alem disso, e provavel que as varias baterias de competicao podem aumentar as demandas metabolicas e fisiologicas durante o exercicio, principalmente se forem realizadas no mesmo dia.

Two reliable protocols for assessing maximal-paddling performance in surfboard riders

Partindo do pressuposto de que a avaliacao do desempenho da remada pode ser importante para o monitoramento de melhorias na performance no surf. Os objetivos do estudo foram de avaliar o pico de potencia medido durante a remada de maxima intensidade executada em um ergometro de remada em surfistas do genero masculinos, alem de desenvolver um teste de campo para avaliar o desempenho da remada.

Foram avaliados 11 surfistas do genero masculino que competiam na categoria Junior, com media de idade 17[+ or -]1 anos.

O teste de laboratorio consistiu em 10 segundos de remada em maxima intensidade executada em um ergometro de remada. A potencia maxima foi aferida a partir da unidade de display digital sobre o ergometro e usada como indicador de desempenho. O teste de campo consistiu em 10 segundos de remada em maxima intensidade realizada sobre a prancha de surf em uma piscina de 25 m, sendo aferida a velocidade maxima. A velocidade de pico no teste de campo foi determinada levando em consideracao duas condicoes: remada executada sem propulsao com os membros inferiores (MMII) e remada com propulsao dos MMII.

Os resultados do estudo demonstram que a velocidade de pico no teste na piscina executando a remada sem a propulsao dos MMII e 7[+ or -]5% inferior a velocidade alcancada utilizando a propulsao de MMII.

No que tange o teste laboratorial e de campo, nao foram encontradas diferencas significativas ao comparar os dois testes, levando a crer que o desempenho na remada pode ser mensurado por ambos.

Inaccuracy of the HR reserve vs. VO2 reserve relationship during prone arm-paddling exercise in surfboard riders

De acordo com o artigo, a relacao linear entre a frequencia cardiaca (FC) e consumo de oxigenio (VO2), denominada frequencia cardiaca de reserva (FCres) tem sido usado frequentemente para avaliar a intensidade do exercicio. Estudos demonstram que esta relacao e valida para exercicios envolvendo membros inferiores, porem poucos estudos tem investigado tal relacao envolvendo exercicios para membros superiores.

Neste sentido, Mendez-Villanueva e colaboradores (2010) procuraram avaliar a relacao entre VO2 maximo (VO2max) e percentual da frequencia cardiaca maxima (%FCmax) em atletas de surf, durante exercicio de membros superiores realizado em ciclo ergometro. Alem disso, os autores analisaram se o percentual de frequencia cardiaca de reserva (%FCres) e equivalente ao percentual de VO2max (%VO2max) ou percentual de VO2 de reserva (%VO2res). A amostra foi composta por 13 surfistas do genero masculino, com media de idade 24,9[+ or -]3,6 anos, participantes de competicoes em nivel regional e nacional.

Os autores concluiram que ao contrario dos resultados encontrados na literatura especifica, que indicam relacao, no que se refere a exercicios para MMII, entre VO2max e FCmax, VO2res e FCres, no que se refere a exercicios para membros superiores isso nao e verdadeiro, nao sendo adequada a prescricao da intensidade de treinamento utilizando %FCmax ou %FCres. Balance ability and athletic performance

O artigo se configura como uma revisao de literatura realizada com o objetivo de comparar a capacidade de equilibrio de atletas de diferentes esportes. Alem disso, procurou determinar se existe uma diferenca na capacidade de equilibrio de atletas em diferentes niveis de competicao dentro do mesmo desporto; determinar a relacao da capacidade de equilibrio, com medidas de desempenho e examinar a influencia do treinamento de equilibrio em habilidades de desempenho ou habilidades motoras do esporte.

Em relacao a capacidade de equilibrio de atletas de diferentes esportes, o artigo nao contemopla estudos envolvendo o surfe. No que tange a comparacao da capacidade de equilibrio de atletas em diferentes niveis de competicao dentro do mesmo desporto, segundo Hrysomallis (2011) em alguns esportes, como tiro de fuzil, futebol e golfe, os atletas de elite apresentam capacidade de equilibrio superior em comparacao com os praticantes de nivel intermediario. No que se refere ao surfe, estudos nao apontaram diferencas no equilibrio estatico entre atletas de elite e praticante recreacionais de nivel intermediario.

Levando em consideracao que o surfe e praticado em um ambiente altamente instavel e em constante mudanca e testes de equilibrio estatico possivelmente sao os mais adequados para comparar as diferencas na capacidade de equilibrio, ou seja, testes de equilibrio dinamico seriam mais adequados, porem, de acrodo com o artigo, nao foram encontrados estudos envolvendo tal estrategia.

Hrysomallis (2011) aponta que a literatura tem sugerido que o treinamento visando a melhora da capacidade de equilibrio em atletas especializados, tais como surfistas de elite, pode aumentar esta capacidade fisica por adaptacoes neurologicas que dependem menos na entrada visual e muito mais de outros componentes do controle postural como propriocepcao. Com isso a necessidade reduzida de contribuicao visual para o controle postural pode permitir mais atencao a outros estimulos sensoriais importantes para o desempenho no esporte.

Por fim, o artigo conclui que os estudos analisados apontam que o treinamento de equilibrio se configura como um complemento importante no programa de treinamento de praticantes de varios esportes, mas de maneira nehuma deve substituir o treinamento para outras valencias fisicas.

CONCLUSAO

Dentro dos criterios estabelecidos para o desenvolvimento da presente revisao, esta confirma os indicios apontados na literatura cientifica de que existem poucas pesquisas abordando fatores relacionados a performance fisica no surfe.

Alem disso, nos poucos estudos encontrados relacionando a modalidade esportiva aqui em questao com a fisiologia do exercicio, podemos observar o grande dominio dos centros de pesquisa australianos.

No que tange os temas abordados nos artigos selecionados, foi observado 50% dos estudos tratavam de assuntos relacionados a performance fisica, seguido de aspectos relacionados ao equilibrio e controle postural (33%), e termorregulacao (17%).

REFERENCIAS

1-Base, L.H.; Alves, M.A.F.; Martins, E.O.; Costa, R.F. Lesoes em surfistas profissionais. Rev Bras Med Esporte. Vol. 13. Num. 4. p. 251-253. 2007.

2-Chapman, D.W.; Needham, K.J.; Allison, G.T.; Lay, B.; Edwards, D.J. Effects of experience in a dynamic environment on postural control. Br. J. Sports Med. Vol. 42. p.16-21. 2008.

3-Hrysomallis, C. Balance Ability and Athletic Performance. Sports Med. Vol. 41. Num. 3. p. 221-32. 2011.

4-International Surfing Association-ISA. Estimate number of surfers worldwide. 2012. Disponivel em: <http://www.isasurf.org/olympic-surfing/general-information-olympic-surfing/>. Acesso em: 09/08/2013.

5-Loveless, D.J.; Minahan, C. Two reliable protocols for assessing maximal-paddling performance in surfboard riders. J Sports Sci. Vol. 28. Num.7. p. 797-803. 2010.

6-Navarro, F.; Danucalov, M.A.; Ornellas, F.H. Consumo maximo de oxigenio em surfistas brasileiros profissionais. R. bras. Ci. e Mov Vol. 18. Num.1. p. 56-60. 2010.

7-Sinclair, W.H.; Crowe, M.J.; Spinks, W.L.; Leicht, A.S. Thermoregulatory responses of junior lifesavers wearing protective clothing. J Sci Med Sport. Vol. 11. Num. 1. p.542-548. 2008.

8-Sinclair, W.H.; Kerr, R.M.; Spinks, W.L.; Leicht, A.S. Blood lactate, heart rate and rating of perceived exertion responses of elite surf lifesavers to high-performance competition. J Sci Med Sport. Vol. 12. Num. 1. p.101-106. 2009.

9-Villanueva, A.M.; Landaluce, J.P.; Garcia, B.F.; Terrados, N.; Bishop, D. Inaccuracy of the HR reserve vs. VO2 reserve relationship during prone arm-paddling exercise in surfboard riders. J Physiol Anthropol. Vol. 29. p.189-195. 2010.

Luiz Fernando Novack (1), Raul Osiecki (2)

(1)-Mestrado em Educacao Fisica, Universidade Federal do Parana - UFPR. Curitiba, Parana, Brasil.

(2)-Doutorado em Educacao Fisica, Universidade Federal do Parana - UFPR. Curitiba, Parana, Brasil.

E-mail: lfnovack@hotmail.com raulk@ufpr.br

Endereco para correspondencia: Luiz Fernando Novack. Rua Vereador Yrlan Cavet, 346, bairro Alto Boqueirao. Curitiba - Parana - Brasil. CEP: 81.720-340.

Recebido para publicacao 20/03/2014

Aceito em 23/06/2014
Tabela 1 - Resultado da pesquisa eletronica por descritor.

Portugues                no artigos  Ingles               no artigos

Surfe                       43       Surf                   52.733
                                     Surfing                 9.445
Surfistas                   23       Surfer                  2.298
Fisiologia do exercicio    111       Exercise physiology    40.467
Total                      177                             104.943

Tabela 2 - Resultado da pesquisa eletronica realizando o agrupamento
dos descritores.

Portugues                             no         Ingles
                                      artigos

Surfe e fisiologia do exercicio         0        Surf and exercise
                                                 physiology
                                                 Surfing and exercise
                                                 physiology
Surfistas e fisiologia do exercicio     0        Surfers and exercise
                                                 physiology
Total                                   0

Portugues                            no artigos

Surfe e fisiologia do exercicio          66
                                         75
Surfistas e fisiologia do exercicio      14
Total                                   155

Tabela 3 - Artigos selecionados a partir da analise dos resumos.

N[degrees]  Titulo                                    Pais

            Thermoregulatory responses of
1           junior lifesavers wearing protective     Australia
            clothing
            Effects of experience in a dynamic       Australia
2           environment on postural control
            Blood lactate, heart rate and rating of
            perceived exertion responses of elite    Australia
3           surf lifesavers to high-performance
            competition
            Two reliable protocols for assessing
4           maximal-paddling performance in          Australia
            surfboard riders
            Inaccuracy of the HR reserve vs.         Australia

            VO2 reserve relationship during
5                                                    Espanha
            prone arm-paddling exercise in
                                                     Qatar
            surfboard riders
6           Balance ability and athletic             Australia
            performance

No  Autores                     Ano

1  Sinclair e colaboradores    2008
2  Chapman e colaboradores     2008

3  Sinclair e colaboradores    2009
4  Loveless e Minahan          2010
5  Villanueva e colaboradores  2010
6  Hrysomallis                 2011
COPYRIGHT 2014 Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercicio. IBPEFEX
No portion of this article can be reproduced without the express written permission from the copyright holder.
Copyright 2014 Gale, Cengage Learning. All rights reserved.

Article Details
Printer friendly Cite/link Email Feedback
Author:Novack, Luiz Fernando; Osiecki, Raul
Publication:Revista Brasileira de Prescricao e Fisiologia do Exercicio
Date:Nov 1, 2014
Words:3694
Previous Article:ANALISE DA IMAGEM CORPORAL EM ESCOLARES DE 7 A 12 ANOS DOS GENEROS MASCULINO E FEMININO DO MUNICIPIO DE CACOAL-RO.
Next Article:O ALUNO ASMATICO NA EDUCACAO FISICA ESCOLAR: UMA DIFICULDADE OU UM DESAFIO?
Topics:

Terms of use | Privacy policy | Copyright © 2019 Farlex, Inc. | Feedback | For webmasters