Printer Friendly

Pancreatic adenocarcinoma in senile cat--case report/Adenocarcinoma pancreatico em gato senil--relato de caso/Adenocarcinoma de pancreas de gato senil--relato del caso.

INTRODUCAO

A tomografia computadorizada e a modalidade de escolha para avaliacao do pancreas em humanos. Na medicina veterinaria de pequenos animais o custo do equipamento, a necessidade de anestesia geral e a pouca disponibilidade do exame tornaram a ultrassonografia a modalidade de escolha para avaliacao pancreatica. A avaliacao ultrassonografica do pancreas felino pode ser um desafio diagnostico, porque mesmo com transdutores de alta frequencia suas margens sao pouco delimitadas. Isto em parte e atribuido a ecogenicidade similar do pancreas com a gordura adjacente. Gases no trato gastrintestinal e obesidade podem prejudicar a avaliacao, portanto jejum alimentar de 12 horas e mandatorio (1). O objetivo do presente trabalho e relatar os aspectos ultrassonograficos de um caso de adenocarcinoma pancreatico bem diferenciado em gato idoso com evolucao favoravel.

RELATO DO CASO

Relata-se o caso de um animal da especie felina, macho, sem raca definida, aos 13 anos de idade que foi atendido com queixa principal de apatia e anorexia em setembro de 2009. Ao exame fisico o animal apresentou massa em regiao hipogastrica direita sensivel a palpacao. Ao exame ultrassonografico abdominal, notou-se em topografia do lobo caudato do figado em contato com o polo cranial do rim direito, uma massa de ecogenicidade heterogenea, com margens irregulares, apresentando padrao mosqueado central de irrigacao ao Doppler colorido e presenca de discreta area anecogenica. As imagens ultrassonograficas sugeriram massa continua ou contigua ao figado, medindo 3,42 cm x 3,31 cm. A laparotomia exploratoria demonstrou que a massa se originava do pancreas e comprimia o piloro. A massa era de coloracao esbranquicada, delimitada e com superficie irregular. Nesse momento foi coletado um fragmento para analise histopatologica. A analise histopatologica demonstrou proliferacao solida, bem diferenciada com formacao de pequenos acinos sem atipias significativas. Porem, nao foram observadas as Ilhotas de Langehans. O diagnostico histologico foi compativel com adenocarcinoma de celulas acinares bem diferenciado. Nao foi indicada a resseccao da massa na ocasiao. Vinte meses apos o diagnostico da neoplasia o animal retornou apresentando apatia e anorexia. Ao exame ultrassonografico a massa manteve seu aspecto inicial, porem suas dimensoes aumentaram discretamente 4,16 cm x 4,12 cm. Ao Doppler de Amplitude se observou irrigacao periferica acentuada e mosqueada central. O animal recebeu fluidoterapia e se recuperou em poucos dias. No presente momento o animal encontra-se assintomatico.

DISCUSSAO

Tumores do pancreas exocrino sao raros em gatos, com uma incidencia de menos de 0,5%. Adenocarcinoma e o tipo tumoral mais comum e esta associado com prognostico desfavoravel. Adenomas pancreaticos sao ocasionalmente encontrados como um achado incidental (2). E possivel que ocorram formas de transicao entre tumores malignos e benignos (3). O diagnostico de neoplasia pancreatica e desafiador, porque os sinais clinicos e hematologicos nao sao especificos ou podem ser normais (2). Hiperplasia nodular pancreatica e um achado incidental comum em gatos idosos (2). Ultrassonograficamente a apresentacao mais comum do adenocarcinoma pancreatico e como uma massa ou nodulo pancreatico focal maior do que 2cm em uma dimensao, porem multiplos nodulos hipoecoicos tambem foram descritos (2). Na hiperplasia pancreatica nodular, multiplos nodulos hipoecoicos de 0,3 a 1,0 cm foram descritos. Portanto, embora haja uma tendencia de que multiplos nodulos representem lesoes benignas, essa caracteristica tambem e vista nos adenocarcinomas pancreaticos (2). Histologicamente carcinomas exocrinos apresentam grande espectro de diferenciacao (3). Histologicamente o tumor relatado foi compativel com adenocarcinoma pancreatico bem diferenciado, porem, a sobrevida de 20 meses com higidez apos o diagnostico e a nao deteccao de metastases sao discordantes das descricoes da literatura, que consideram esta neoplasia de carater mais agressivo. O diagnostico diferencial de neocrescimentos pancreaticos deve incluir alem do adenocarcinoma, a hiperplasia nodular e o adenoma, entretanto estes dois ultimos sao de tamanho pequeno (3) e a massa encontrada neste caso apresentava mais de 4cm de diametro, portanto mais compativel com um adenocarcinoma. Porem, existem poucos relatos na literatura sobre os tumores pancreaticos em felinos, sendo a evolucao desse caso instigante, pois provavelmente nao se conhece a fundo o comportamento do adenocarcinoma pancreatico bem diferenciado no gato.

CONCLUSAO

Devido a baixa ocorrencia, apresentacao clinica variavel, caracteristicas ultrassonograficas e histopatologicas diversas, continuos relatos de casos trarao melhor compreensao do espectro clinico, ultrassonografico e patologico das massas pancreaticas, melhor acuracia diagnostica, melhor correlacao clinicopatologica e talvez melhor manejo desses tumores ainda pouco descritos em gatos. E possivel que haja formas de adenocarcinoma pancreatico bem diferenciado nos felinos resultando em sobrevida longa com pouca sintomatologia.

Palavras-chave: neoplasia, pancreas, ultrassonografia.

REFERENCIAS

(1.) Etue SM, Penninck DG, Labato MA, Pearson S, Tidwell A. Ultrasonography of the normal feline pancreas and associated anatomic landmarks: a prospective study of 20 cats. Vet Radiol Ultrasound. 2001; 42:330-336.

(2.) Hecht S, Penninck DG, Keating JH. Imaging findings in pancreatic neoplasia and nodular hyperplasia in 19 cats. Vet Radiol Ultrasound. 2007; 48:45-50.

(3.) Barros CSL. Figado, vias biliares e pancreas exocrino. In: Santos RL, Alessi AC. Patologia Veterinaria. Sao Paulo: ROCA, 2011. p.183-290.

Maria Cristina Ferrarini Nunes Soares Hage [1]

Paulo Renato dos Santos Costa [1]

Samara Turbay Pires [1]

Roberta Valeriano dos Santos [1]

Jose do Carmo Lopes Moreira [1]

Ricardo Junqueira Del Carlo [1]

Caio de Paula Marchi [1]

Lissandro Goncalves Conceicao [1]

[1.] Departamento de Veterinaria-Universidade Federal de Vicosa-Av. P. H. Rolfs, sem numero. Campus Universitario, Vicosa/MG. CEP: 36.570-000. E-mail para correspondencia: crishage@ufv.
COPYRIGHT 2012 Universidade Estadual Paulista. Facultade de Medicina Veterinaria e Zootecnia
No portion of this article can be reproduced without the express written permission from the copyright holder.
Copyright 2012 Gale, Cengage Learning. All rights reserved.

Article Details
Printer friendly Cite/link Email Feedback
Author:Hage, Maria Cristina Ferrarini Nunes Soares; Costa, Paulo Renato dos Santos; Pires, Samara Turbay; d
Publication:Veterinaria e Zootecnia
Date:Mar 1, 2012
Words:879
Previous Article:Transcranial ultrasonography in healthy adult dogs: technique standardization and anatomic description/Ultrassonografia transcraniana em caes adultos...
Next Article:Application of stem cells by ultrasound-guided on radial nerve injury in a dog--case report/Aplicacao de celulas tronco guiada por ultrassom em lesao...
Topics:

Terms of use | Privacy policy | Copyright © 2018 Farlex, Inc. | Feedback | For webmasters