Printer Friendly

Estudo do desenvolvimento do sistema digestivo de embrioes bovinos (Bos indicus e Bos taurus) durante o periodo gestacional de 10 a 60 dias.

ESTUDO DO DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DIGESTIVO DE EMBRIOES BOVINOS (Bos indicus E Bos taurus) DURANTE O PERIODO GESTACIONAL DE 10 A 60 DIAS. Bueno, Evander; Alberto, Miryan Lanca Vilia; Assis Neto, Antonio Chaves de; Santos, Jose Manoel dos. faculdade de Medicina Veterinaria e Zootecnia de Sao Paulo, Brasil. evander.bueno@gmail.com Os bovinos domesticos sao animais altamente capacitados a adaptacoes em variadas condicoes climaticas, manejo e tipo de pastagem. Pertencem a familia Bovidae, estando divididos em duas especies principais: Bos taurus e Bos indicus. O Sistema Digestivo destes inicia sua formacao por volta da quarta semana gestacional, onde a partir do endoderma, ocorre um fechamento da membrana bucofaringea (extremidade cefalica) e membrana cloacal (extremidade caudal) do intestino primitivo. O esboco do rumem surge por volta da 6 semana gestacional. Para realizacao deste estudo utilizamos 40 embrioes, entre o periodo gestacional de 10 a 60 dias, onde realizamos descricoes macroscopicas, medidas de Crow-Rump e microscopia de luz transmitida. Pudemos observar que o inicio da formacao do sistema digestivo e semelhante aos descritos para os humanos, onde o intestino primordial formou-se por volta da 4 semana gestacional, do intestino medio origino-se o duodeno, intestino anterior sofreu uma serie de subdivisoes, e dentre estas surgiram o esofago, estomago e porcao proximal do duodeno. Notamos uma evaginacao do epitelio endodermico formando o diverticulo hepatico e brotos pancreaticos. Diferenca significativa foi identificada na formacao do estomago destes ruminantes, onde classificamos como uma segunda fase no desenvolvimento deste orgao, quando por volta da sexta semana ocorre uma separacao de cavidade unica em compartimentos, caracteristicos da especie, vindo a constituir o rumen, reticulo, omaso e abomaso. Acreditamos que, por volta da 11 semana todas as caracteristicas morfologicas especificas, semelhante a um animal adulto ja tenham ocorrido, entrando em uma fase unica de crescimento fetal. Uma vez que se formam as pregas corporais que vao limitando lateral e ventralmente a cavidade celomica primitiva, o endoderma adota uma forma tubular de situacao ventral aos orgaos axiles. Este tubo constitue o esboco da faringe, do intestino anterior e superior e mais adiante o medio agora aparece conectado com a vesicula vitelina por meio do saco vitelino. A morfogenese do estomago de ruminantes e inicialmente similar aos outros mamiferos. Em bovinos, que neste estudo nos se faz o foco da pesquisa, em embrioes de 10-12mm(5 semanas), o estomago esta rotacionado aproximadamente 90 arrastando a zona de uniao do mesenterio dorsal(mesogastrio dorsal, epiplon maior), do lado esquerdo como mostra a figura. No inicio da 6 semana de gestacao o fundus passa por um marcado crescimento em sentido craneodorsal e fica a esquerda, aparecendo no esboco do rumem. O reticulo se inicia por um pequeno resseco da porcao caudo ventral do fundus. No tamanho de 28mm, identificase o omaso, como um relevo de curvatura menor. Internamente na luz do estomago esta dividido em um canal fundico amplo situado a esquerda e o canal gastrico a direita pela formacao dos sucos ventrais e dorsais. Durante a setima semana de desenvolvimento(28-40mm), o estomago bovino experimenta uma mudanca na orientacao e no ritmo de crescimento diferencial alometrico de cada compartimento. O rumem se muda caudodorsalmente, no que se inverte a sua posicao dorsal e ventral, e como resultado da bolsa ventral definitiva se forma a porcao originalmente dorsal do fundus; os sacos cegos aparecem mais tarde como crescimento caudais do rumem.Durante este periodo tambem muda a posicao da porcao pilorica do abomaso, se desprende ventralmente a direita, para depois encurvar-se em sentido caudal formando uma asa. A regiao cardial do abomaso cresce notavelmente durante a segunda metade da gestacao e se converte em cavidade gastrica de maior tamanho no neonato. Menos completa e a morfogenese externa do reticulo e do omaso. Em primeiro cresce o lado esquerdo e se desprende em sentido craneal em relacao com o resto do estomago e o omaso permanece em situacao ventrolateral direita. Na 10 semana ja formaram-se adquirindo a maior parte das caracteristicas morfologicas de um estomago bovino adulto, onde o tamanho relativo das cavidades nao esta estabelecido definitivamente ate depois do nascimento com o inicio da alimentacao solida.

Fonte de financiamento: CNpQ

Palavras chave: Desenvolvimento embrionario; Sist[ema digestorio.
COPYRIGHT 2007 Universidad de La Frontera, Facultad de Medicina
No portion of this article can be reproduced without the express written permission from the copyright holder.
Copyright 2007 Gale, Cengage Learning. All rights reserved.

Article Details
Printer friendly Cite/link Email Feedback
Author:Bueno, Evander; Alberto, Miryan Lanca Vilia; Assis Neto, Antonio Chaves de; Santos, Jose Manoel dos
Publication:International Journal of Morphology
Date:Mar 1, 2007
Words:695
Previous Article:Estudo da vascularizacao da dura-mater humana aplicada ao acesso cirurgico encefalico.
Next Article:Estudo do desenvolvimento do sistema respiratorio de embrioes bovinos (Bos indicus E Bos taurus) durante o periodo gestacional de 10 a 60 dias.
Topics:

Terms of use | Privacy policy | Copyright © 2020 Farlex, Inc. | Feedback | For webmasters