Printer Friendly

Characterization of accidental field burns in the county of Santa Maria--RS, Brazil/Caracterizacao das queimadas acidentais em campo, no Municipio de Santa Maria-RS.

Ha seculos o fogo acompanha o homem e, atraves dele, registra-se a historia da humanidade, sendo um marco no processo evolutivo da humanidade. Com seu dominio, alcancaram-se novos espacos, alteraram-se ecossistemas, e sofreram suas consequencias, decorrentes de suas proprias atividades. A quase totalidade das queimadas e causada pelo homem, por razoes muito variadas, como limpeza de pastos, preparo de plantios, desmatamentos, colheita manual de cana-de-acucar, vandalismo, baloes de festas juninas, disputas fundiarias, protestos sociais, etc.. Com mais de 300.000 focos de calor e nuvens de fumaca cobrindo milhoes de [km.sup.2] que sao detectadas, anualmente, por satelites, o Brasil ocupa lugar de destaque como um grande poluidor e devastador (CPETC, 2007).

Em areas de campo, as queimadas constituem uma das tradicoes mais arraigadas na Regiao Sul do Brasil seja para limpeza de terrenos a serem cultivados seja para preparacao de pastagens. Em campos nativos, a vegetacao que renasce aparenta mais forca e melhor aparencia, so que, ao longo dos anos, as queimadas provocam a degradacao gradativa do solo e das plantas. A degradacao das pastagens tem afetado diretamente a sustentabilidade da pecuaria nacional, alem de diminuir o valor das terras e atrasar a idade de abate dos animais. Persistindo o processo de degradacao, com certeza, havera prejuizos irrecuperaveis para os recursos naturais (PERON & EVANGELISTA, 2004).

Dessa forma, no presente trabalho, o objetivo foicrealizar um estudo de queimadas acidentais em campo para caracterizar e localizar locais (bairros) de maior ocorrencia dessas na cidade de Santa Maria -- RS, com intuito de auxiliar no planejamento e no controle de incendios. O estudo baseou-se no numero de chamadas diarias recebidas pelo Corpo de Bombeiros de Santa Maria, no periodo de 1 de janeiro de 1993 a 31 de dezembro de 2004, e no local de ocorrencia da queimada.

Foram identificados os locais com maior numero de ocorrencias, sendo esses dados agrupados por bairro, conforme a divisao vigente no Municipio de Santa Maria--RS, em 2005. Em seguida, foram obtidos os quartis da variavel frequencia de queimadas por local de ocorrencia, estabelecendo-se que os bairros (com frequencia de queimadas) abaixo do 1 quartil estavam na classe de baixa chance de ocorrencia de queimadas acidentais, os bairros entre o 1 e o 3 quartil, numa classe media e os bairros acima do 3 quartil estavam em uma classe com alta chance de ocorrencia de queimadas em campo.

No periodo de janeiro de 1993 a dezembro de 2004, o Corpo de Bombeiros recebeu um total de 1765 chamadas, distribuidas em 973 dias de um total de 4383 dias catalogados. Esse numero de chamadas nao esta de acordo com o numero de focos de calor observados pelos satelites que fazem essa investigacao no pais, pois para o mesmo periodo, os satelites registraram, em Santa Maria, apenas 13 focos de calor.

Verificou-se que, em 77,80% dos dias do periodo avaliado, o Corpo de Bombeiros nao recebeu chamadas para combater queimadas em campo, no Municipio. Na tabela 1 estao apresentadas as principais medidas descritivas dos fatores meteorologicos, para os dias em que o Corpo de Bombeiros recebeu chamadas para combater fogo, em campo, no referido Municipio. Pode--se observar que o Corpo de Bombeiros, no periodo avaliado, nao recebeu muitas chamadas diarias para combater queimadas, pois 25% delas foram superiores a dois (3 quartil), chegando ao maximo de 11, sendo que, dos 973 dias que ocorreram chamadas ao Corpo de Bombeiros, em 607, eles receberam apenas uma chamada para combater fogo em campo. Tambem em 79% dos dias em que houve chamadas, nao foi registrada precipitacao pluviometrica, sendo que desses 13,7%, ha dois dias nao chovia. Entre os dias em que ocorreram chamadas, em 60%, nao ocorreu precipitacao, em 43%, havia chovido no dia anterior e em 25% chovera mais de 3mm.

Nos dias em que ocorreram chamadas, a temperatura maxima, a insolacao, a velocidade do vento e o numero de dias sem precipitacao foram, significativamente superiores, pelo teste U de MannWhitney, adotando-se um nivel de significancia de 5%, e a umidade relativa das 9, 15 e 21h e a precipitacao foram, significativamente inferiores, pelo mesmo teste e mesmo nivel de significancia, nos dias em que nao ocorreram chamadas (Tabela 1). Verificou-se tambem que 70% das chamadas concentraram-se, principalmente, no periodo entre 13 e 20h, o que pode ser explicado pelo fato de que no periodo da manha o campo esta, frequentemente, umido.

Os meses de janeiro, julho, dezembro e em especial, agosto, foram os que apresentaram um maior numero de chamadas (Tabela 2), de acordo com dados do INPE que observou, durante o periodo de junho a novembro, que grande parte do pais e acometido por queimadas, que se estendem praticamente por todas as regioes, com maior ou menor intensidade. Alem disso, conforme FERNANDES et al. (1998), os meses de janeiro a abril tambem possuem alta concentracao desse fato, que ocorrem nos periodos de estiagem do verao. Observou-se tambem que o numero de chamadas recebidas pelo Corpo de Bombeiros para combate a queimadas oscila muito de ano para ano, sendo que suas maiores ocorrencias foram nos anos de 1999 e 2004. Cruzando o numero de chamadas recebidas pelo Corpo de Bombeiros com o dia da semana, verificou-se, pelo teste do Qui-quadrado ([[khi carre].sub.c]; P<0,999) que essas se distribuem uniformemente, durante os dias da semana.

Observa-se na tabela 3 que os locais com maior ocorrencia de queimadas sao as margens das rodovias RS 287, BR158 e BR392 (35,18%) que contornam Santa Maria, principalmente, a RS 287 (17,17%), que passa pelos bairros Camobi, Urlandia, Santa Marta e Tancredo Neves. Alem das rodovias, em quarto lugar, aparece o Distrito Industrial, que fica afastado do centro da cidade e, portanto, circundado por campos. A Regiao Oeste do Municipio foi a mais afetada pelas queimadas. Isso ocorre por ser uma regiao que esta em fase de crescimento, nao muito populosa, com muito campo ou terrenos baldios que sao limpos com a utilizacao do fogo. A maior responsavel pelas queimadas nas margens das rodovias, segundo BERNA (2002) e TEBE (2004), sao as pontas de cigarros jogadas pelos motoristas. Ja no meio urbano, o que contribui para o aumento do numero de incendios, e a falta ou baixa frequencia da coleta de lixo, fazendo com que os moradores, para se livrarem do lixo, ateiem-lhe fogo, o qual, facilmente, se alastra pelo capim seco.

A regiao onde se localiza o Distrito Industrial do Municipio e contornada por duas rodovias, agravando o problema das queimadas, sendo que para um maior controle e atendimento as chamadas foi instalado (em agosto de 1994), nessa regiao, um posto do Corpo de Bombeiros. Nos bairros Medianeira e Tomazetti, ha o entroncamento de duas rodovias, a BR 158 e a BR 392, que e a saida para os caminhoes que se destinam ao Porto de Rio Grande, caracterizando uma das mais movimentadas saidas do Municipio, enquanto que outra regiao, a do Bairro Itarare, teve grande ocorrencia de chamadas que podem ser explicadas pelo fato de nesse bairro estar a maior concentracao dos trilhos da rede ferroviaria, encontrase a antiga estrada que ligava o municipio ao norte do Estado, ainda muito utilizada pelos motoristas e, ainda devido a ser margeada por morros que apresentam vegetacao intensa.

Dessa forma, pode-se concluir que o numero de chamadas diarias recebidas pelo Corpo de Bombeiros para combater queimadas em campo em Santa Maria nao ocorre com muita frequencia, pois apenas em vinte e cinco porcento dos dias avaliados, houve mais de duas chamadas diarias e o numero de chamadas distribuiu-se, uniformemente, nos dias de semana. Em media, antes da ocorrencia de uma chamada, nao chovia ha quatro dias, sendo que a grande maioria ocorreu no periodo da tarde e nas margens das rodovias que circundam a cidade, notadamente, a RS 287, rodovia com as margens pouco habitadas. O mes em que ocorreu o maior numero de chamadas ao Corpo de Bombeiros foi agosto, sendo o ano de 1999 o que acumulou maior ocorrencia de queimadas.

REFERENCIAS

BERNA, V. Problemas ambientais--III. EngWhere--Por Dentro da Obra, n.14, dez 2002. Acesso em: 21 mai 2007. On line. Disponivel em: <http://www.engwhere.com.br/revista/obrasdeengenharia.htm>.

CPTEC Centro de previsao de tempo e estudos climaticos. Acesso em: 22 jan. 2007. On line. Disponivel em: <http://www.cptec.inpe.br/queimadas/apresentacao.htm>.

LEVINE, D.M. et al. Estatistica: teoria e aplicacoes. Rio de Janeiro: Livros Tecnicos e Cientificos, 2000. 811p.

PERON, A.J.; EVANGELISTA, A.R. Degradacao de pastagens em regioes de cerrado. Ciencia e Agrotecnologia, Lavras, v.28, n.3, p.655-661, 2004.

TEBE--Concessionaria de Rodovias. TEBE em revista. n.6, ago, 2004. Acesso em: 21 mai 2007. On line. Disponivel em: <http://www.tebe.com.br/fotosarquivos/arquivosrevista/ revistatebe2004agosto.pdf>.

FERNANDES, M. do C. et al. potencialidade de ocorrencia de queimadas no macico da Tijuca/RJ: uma abordagem utilizando geoprocessamento. In: SIMPOSIO BRASILEIRO DE SENSORIAMENTO REMOTO, 9., 1998, Santos. Anais eletronicos ... Santos: INPE, 1998. Acesso em: 22 jan. 2007. On line. Disponivel em: <http://marte.dpi.inpe.br/col/sid.inpe.br/deise/1999/02.08.11.22/ doc/7_128o.pdf>.

Luciane Flores Jacobi (I) Alessandro Dal'Col Lucio (II) Lindolfo Storck (II) Sidinei Jose Lopes (II) Alberto Cargnelutti Filho (II)

(I) Departamento de Estatistica, Centro de Ciencias Naturais e Exatas (CCNE), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), 97105900, Santa Maria, RS, Brasil. E-mail: lfjacobi@smail.ufsm.br. Autor para correspondencia.

(II) Departamento de Fitotecnia, Centro de Ciencias Rurais (CCR), UFSM, Santa Maria, Brasil.
Tabela 1--Medidas descritivas da umidade relativa as nove horas
([UR.sub.9]), as quinze horas ([UR.sub.15]) e as vinte e uma
horas ([UR.sub.21]), insolacao (Ia), precipitacao total (prtol),
velocidade do vento em m/s (velvent) e numero de dias sem
precipitacao pluviometrica (NDPP), para os dias que ocorreram e
nao ocorreram chamadas ao Corpo de Bombeiros, no periodo de
janeiro de 2003 a dezembro de 2004, em Santa Maria--RS.

  Para os dias em que ocorreram chamadas ao Corpo de Bombeiros

                                             Frequencia
Variaveis     N    Media   Mediana   Moda      Modal      Minimo

queimadas   973     1,81      1,00    1,00       607        1,00
UR9         973    77,17     79,00   98,00        55       30,00
UR15        973    52,51     51,00   48,00        43       19,00
UR21        973    76,10     78,00   81,00        38       35,00
Ia          973     8,05      8,90    0,00        33        0,00
prtol       973     2,97      0,00    0,00       771        0,00
velvent     973    70,98     61,80   54,60         5        8,00
NDPP        973     4,39      4,00    2,00       133        0,00

Para os dias em que nao ocorreram chamadas ao Corpo de Bombeiros

ur9         3410   86,11    89,00    98,00       462       10,00
ur15        3410   66,30    64,00    98,00       114       17,00
ur21        3410   85,25    88,00    98,00       275       29,00
insol       3410    5,44     5,80     0,00       613        0,00
prtol       3410    5,87     0,00     0,00      2042        0,00
velvent     3410   59,55    52,75    34,00        15        0,60
NDPP        3410    1,89     1,00     0,00      1462        0,00

Para os dias em que ocorreram chamadas ao Corpo de Bombeiros

                                                Desvio
Variaveis   Maximo    1 Quartil    3 Quartil    padrao

queimadas    11,00         1,00         2,00      1,48
UR9         100,00        68,00        90,00     15,31
UR15         98,00        44,00        60,00     13,53
UR21         99,00        68,00        86,00     13,27
Ia           12,60         6,40        10,30      3,23
prtol       136,60         0,00         0,00     10,30
velvent     783,60        42,50        88,00     47,23
NDPP         21,00         2,00         6,00      3,73

Para os dias em que nao ocorreram chamadas ao Corpo de Bombeiros

ur9         100,00        79,00        96,00     11,51
ur15        100,00        54,00        79,00     16,69
ur21        100,00        79,00        94,00     10,53
insol        13,30         1,00         9,00      4,10
prtol       136,50         0,00         3,20     14,05
velvent     781,50        35,00        76,20     37,58
NDPP         23,00         0,00         3,00      2,76

Tabela 2--Evolucao do numero de chamadas recebidas pelo Corpo de
Bombeiros de Santa Maria--RS no periodo de 1993 a 2004, em Santa
Maria--RS.

Meses       1993   1994   1995   1996   1997   1998   1999

Janeiro     6      22     8      9      18     6      29
Fevereiro   5      3      7      1      0      4      8
Marco       7      7      9      2      10     3      47
Abril       2      6      12     2      15     11     6
Maio        1      4      5      6      12     4      6
Junho       1      1      10     16     3      4      1
Julho       3      24     27     26     23     3      9
Agosto      46     25     38     38     18     8      41
Setembro    9      6      3      16     8      5      7
Outubro     4      0      6      0      1      4      4
Novembro    8      9      27     8      4      8      14
Dezembro    9      11     36     7      9      17     45
Total       101    118    188    131    121    77     217

Meses       2000   2001   2002   2003   2004   Total

Janeiro     45     4      59     9      20     235
Fevereiro   7      3      16     7      30     91
Marco       4      5      3      2      43     142
Abril       6      4      7      8      9      88
Maio        3      9      6      14     2      72
Junho       14     12     17     1      9      89
Julho       10     15     7      22     27     196
Agosto      44     35     18     56     4      371
Setembro    25     0      11     26     16     132
Outubro     1      5      1      9      8      43
Novembro    4      11     3      1      18     115
Dezembro    3      17     7      3      27     191
Total       166    120    155    158    213    1765

Tabela 3--Locais e respectivos numeros de ocorrencias de queimadas
em campo, em Santa Maria--RS, de janeiro de 1993 a dezembro de
2004.

Chances de ocorrencia
de queimadas            Local/Bairro               Numero de queimadas

Alta                    RS287                              303
                        BR158                              187
                        BR392                              131
                        Distrito Industrial                98
                        Medianeira                         80
                        BR509                              77
                        Itarare                            70
                        Tomazzetti                         65
                        Parque Pinheiro Machado            57

Media                   Caturrita                          51
                        Sao Jose                           49
                        Nao localizada                     44
                        UFSM                               43
                        Camobi                             41
                        Nossa Senhora de Lourdes           40
                        ITAARA                             34
                        Passo das Tropas                   30
                        Presidente Joao Goulart            29
                        Distritos                          29
                        Perpetuo Socorro                   28
                        Chacara das Flores                 26
                        Patronato                          26
                        Tancredo Neves                     25
                        Passo D'Areia                      24
                        Jucelino Kubitschek                24
                        Morro do Cerrito                   20
                        Centro                             19

Baixa                   Boi Morto                          15
                        Nossa Senhora das Dores            15
                        Cerrito                            15
                        Urlandia                           15
                        Pe de Platano                      13
                        Rosario                            12
                        KM 3                                9
                        Novo Horizonte                      5
                        SC Dores                            3
COPYRIGHT 2009 Universidade Federal de Santa Maria
No portion of this article can be reproduced without the express written permission from the copyright holder.
Copyright 2009 Gale, Cengage Learning. All rights reserved.

Article Details
Printer friendly Cite/link Email Feedback
Author:Jacobi, Luciane Flores; Lucio, Alessandro Dal'Col; Storck, Lindolfo; Lopes, Sidinei Jose; Filho, Alb
Publication:Ciencia Rural
Article Type:Report
Date:May 1, 2009
Words:2379
Previous Article:Population dynamics of root weevils in citrus/Flutuacao populacional de curculionideos-das-raizes em citros.
Next Article:Edafic fauna in constructed soil, native pasture and annual handling farm/Fauna edafica em solo construido, campo nativo e lavoura annual.
Topics:

Terms of use | Privacy policy | Copyright © 2021 Farlex, Inc. | Feedback | For webmasters |