Printer Friendly

Antimicrobial susceptibility of coagulase positive and negative Staphylococci isolated from subclinical bovine Mastitis from dairy farm of Bauru--SP/sensibilidade microbiana de estafilococos coagulase positivos e negativos isolados de mastite bovina subclinica em proproedade leiteira tipo familiar da regiao de Bauru--SP.

Introducao: A mastite e uma resposta inflamatoria da glandula mamaria, sendo a infeccao mais frequente de bovinos leiteiros, e sua manifestacao cronica com sinais clinicos nao visiveis e denominada mastite subclinica. O California Mastitis Test (CMT) e o metodo mais barato e confiavel para deteccao animais com mastites subclinicas. A mastite subclinica aumenta a contagem de celulas somaticas, reduzindo a producao de leite e aumentando a contagem de bacterias. O estafilococos e um coco gram--positivo e apesar de S. aureus representante dos estafilococos coagulase positivo (ECP) ser o principal agente causador de mastite no mundo, os estafilococos coagulase negativos (ECN) sao frequentemente isolados do leite bovino e sua importancia em infeccoes intra-mamarias tem se tornado cada vez mais relevante. Uma das principais razoes para falha no tratamento e devido ao uso indiscriminado de antibioticos sem a realizacao do teste de sensibilidade "in vitro" do agente causal. Esta pratica leva a perdas economicas significativas e ao desenvolvimento de resistencia aos antimicrobianos comumente utilizados. O isolamento bacteriano e os estudos de sensibilidade antimicrobiana sao sempre essenciais. O presente estudo investigou a sensibilidade microbiana dos estafilococcos coagulase positivos e negativos isolados de amostras de leite oriundas de mastites subclinicas em propriedade leiteira tipo familiar da regiao de Bauru, SP, bem como orientar medidas de tratamento e profilaxia.

Material e Metodos: Foi realizada visita tecnica em uma pequena propriedade rural de carater familiar na regiao de Bauru--SP, com status desconhecido quanto a incidencia de mastite subclinica. Os animais possuiam sangue predominante da raca Girolanda. A ordenha era realizada de forma mecanica, sendo constatada boa rotina de higiene em relacao a ordenhadeira, com o uso de detergentes neutros e acidos conforme a recomendagao dos fabricantes, mas deficiente em relacao a profilaxia de mastite, com ausencia da utilizacao de pre e pos-dipping. Foi realizado o exame de CMT em todas as vacas em lactacao, totalizando oito animais, sendo que cinco foram positivos ao teste, totalizando treze tetos positivos. As amostras de leite foram colhidas assepticamente e mantidas sob refrigeracao em caixa isotermica, contendo gelo reciclavel e transportado ao laboratorio para exame microbiologico. Para a pesquisa da microbiota, 0,1 mL de leite foi cultivado em placas de Petri contendo 20 mL de meio de agar sangue bovino a 5% desfibrinado e agar Mac Conkey. As placas foram incubadas em condigoes de aerobiose a temperatura de 37[degrees]C por ate 72 horas, com observacao do desenvolvimento microbiano as 24, 48 e 72 horas, estabelecendo-se o seguinte padrao de contagem: discreto (ate nove colonias), moderado (de 10 a 29 colonias) e exuberante (30 ou mais colonias). Foram verificados os aspectos fenotipicos das colonias, tais como tamanho, pigmentacao e presenca de hemolise. Um pequeno esfregaco das colonias foi realizado em lamina e corado pelo metodo de Gram para a sua identificacao. O teste de coagulase para identificacao de estafilococos coagulase positivos e negativos foi realizado com o kit CoaguPlasma (Laborclin[R]), o qual consiste na adicao de 0,5mL de plasma de coelho a 0,1 mL de caldo Brain Heart Infusion contendo a bacteria a ser identificada, incubando-se o tubo a 37[degrees]C e inclinando-se o mesmo para os lados suavemente a cada 30 minutos durante quatro horas, procurando-se a formacao de um coagulo evidente no tubo, o que caracteriza a positividade da amostra, com observacao ate 24 horas. Para a realizacao do antibiograma, foram utilizadas os seguintes antimicrobianos: ampicilina (10 ug); oxacilina (10ug); sulfazotrim (25ug); penicilina G (10 UI); enrofloxacina (5ug); gentamicina (10ug); neomicina (30ug); tetraciclina (30ug) e cefalexina (30ug). Foram realizados ainda antibiogramas com a utilizacao de discos de novobiocina (5[micro]g) e polimixina B (300 UI), bem como furazolidona (100 [micro]g) e bacitracina (0,04UI), para diferenciagao entre os generos Micrococcus e Staphylococcus.

Resultados e Discussao: Apos 24 horas de cultivo, foram observados ao agar-sangue o isolamento exuberante de colonias de 0,3 a 0,5 mm de diametro, brancas e beta-hemoliticas, com as mesmas caracteristicas as 48 e 72 horas, nao tendo-se observado isolamento microbiano ao agar Mac Conkey em todas as amostras cultivadas. A partir da coloracao de Gram foram observados cocos Gram-positivos em forma de "cachos-de-uva", caracteristicos do genero Staphylococcus. As colonias foram repicadas para meio caldo cerebro coracao (BHI) e, a partir deste, foi realizada a prova de coagulase, alem da semeadura em placas contendo agar Mueller Hinton para realizacao do antibiograma. Na prova de coagulase, 13 isolados apresentaram resultado positivo (ECP) e somente um apresentou resultado negativo (ECN). Ao teste de sensibilidade microbiana, 100% dos ECP mostraram-se sensiveis a oxacilina, sulfazotrim, gentamicina, neomicina e cefalexina, enquanto que a amostra de ECN foi sensivel a oxacilina, enrofloxacina, gentamicina, neomicina, tetraciclina e cefalexina. Somente um isolado de ECP apresentou sensibilidade a penicilina e ampicilina.

Conclusoes: A alta incidencia de mastite subclinica causada por ECP e ECN sugere o contagio entre os animais durante a ordenha, podendo ser minimizada com a higiene adequada dos tetos (principalmente pos-dipping), da implementacao de linha de ordenha e terapia da vaca seca. Conclui-se tambem que, baseando-se no resultado de sensibilidade microbiana, pode-se orientar adequadamente o produtor ao tratamento, na fase de lactacao adequada e com maiores probabilidades de exito.

Fabio Almeida de Lemos (1)

Simone Baldini Lucheis (2) *

(1) Mestrando em Medicina Veterinaria, Area de Saude Animal, Saude Publica Veterinaria e Seguranza Alimentar --FMVZ--UNESP/Botucatu, SP. Email: fallemos@terra.com.br

(2) Pesquisadora Cientifica--APTA Regional Centro-Oeste--Av. Rodrigues Alves, 40-40--CEP 17030-000 Bauru--SP. Email: silucheis@apta.sp.gov.br
COPYRIGHT 2013 Universidade Estadual Paulista. Facultade de Medicina Veterinaria e Zootecnia
No portion of this article can be reproduced without the express written permission from the copyright holder.
Copyright 2013 Gale, Cengage Learning. All rights reserved.

Article Details
Printer friendly Cite/link Email Feedback
Author:de Lemos, Fabio Almeida; Lucheis, Simone Baldini
Publication:Veterinaria e Zootecnia
Date:Jun 1, 2013
Words:904
Previous Article:Microbiological analysis, physical chemistry and research of fraud in UHT whole milk marketed in the cities of Palotina and Toledo--PR/Analise...
Next Article:Evaluation of the effectiveness of the intramammary sealant use to control mastitis in postpartum dairy cows/ avaliacao da eficacia do uso de selante...
Topics:

Terms of use | Privacy policy | Copyright © 2020 Farlex, Inc. | Feedback | For webmasters