Printer Friendly

Subjetivacao e consumo em sites de relacionamento.

O relatorio do Datamonitor Datamonitor is a provider of online database and analysis services. The company is based in the United Kingdom and also has offices in the United States, Japan, and other countries.[1] The Datamonitor team includes analysts and professional researchers.  de 2007 apontou 230 milhoes de usuarios ativos nas redes sociais da internet. Esse numero Nu´me`ro

n. 1. Number; - often abbrev. No. bbr>
 ja inclui os usuarios que possuem multiplas contas em um ou mais sites de redes sociais. Redes sociais sao ferramentas on-line que os usuarios utilizam para compartilhar opinioes, ideias, experiencias, gostos, habitos, amigos. Elas funcionam como ambientes para relacionamentos em que os participantes criam seus perfis e interagem com pessoas ou grupos de interesses comuns formando ou nao comunidades.

No ranking das redes sociais na internet, a Asia ocupa 35%, Europa Europa, in astronomy
Europa (yrō`pə), in astronomy, one of the 39 known moons, or natural satellites, of Jupiter.
, Oriente Oriente (Spanish for East) was one of six provinces of Cuba until 1976. It was known as "Santiago de Cuba Province" before 1905. The name is still used to refer to the eastern part of the country. The provincial capital was Santiago de Cuba.  Medio e Africa, 28%, America America [for Amerigo Vespucci], the lands of the Western Hemisphere—North America, Central (or Middle) America, and South America. The world map published in 1507 by Martin Waldseemüller is the first known cartographic use of the name.  do Norte, 25% e America Latina Latina (lätē`nä), city (1991 pop. 106,203), capital of Latina prov., in Latium, central Italy, near the Tyrrhenian Sea. It is an industrial, commercial, and agricultural center. Manufactures include tires, chemicals, and processed food. , 12%, sendo
''for the Tibetan village see Sendo, Tibet
Sendo was a British Birmingham-based manufacturer and supplier of mobile phones founded in 1999. The company went into administration in June 2005 and its technology was bought by Motorola.
 o Brasil e o Mexico Mexico, city, Mexico
Mexico or Mexico City, Span. Ciudad de México (Méjico), city (1990 pop. 8,236,960; 1991 met. area est. 20,899,000), central Mexico, capital and largest city of Mexico.
 destaques na regiao. Ainda segundo esse relatorio, as vendas provenientes de servicos ligados as redes sociais atingiriam ate o final daquele ano U$ 960 milhoes e devem crescer ate U$ 2,400 milhoes no final de 2012, quando comecariam a desacelerar.

De acordo com o estudo da Faves.com, usuarios da internet sao mais inclinados a acreditar nos contatos de sua rede social do que nos fornecedores, anunciantes ou ate mesmo blogs. Uma pesquisa da eMarketer revela que as vinte redes sociais mais famosas do mundo detem 15% do tempo tempo [Ital.,=time], in music, the speed of a composition. The composer's intentions as to tempo are conventionally indicated by a set of Italian terms, of which the principal ones are presto (very fast), vivace (lively), allegro (fast),  de navegacao. A agencia McCann McCann is the surname of several people, including:
  • Austin McCann
  • Bob McCann
  • Brian McCann (actor)
  • Brian McCann (baseball player)
  • Carole McCann
  • Charles McCann
  • Chris McCann (born 1960s), American musician
  • Chris McCann (footballer)
 divulgou uma pesquisa feita pela PELA Peripheral excimer laser angioplasty Cardiology Use of a nonthermal excimer laser for minimally invasive treatment of total occlusions in leg arteries that have not responded to medical therapy and/or cannot undergo bypass surgery. Cf Angioplasty.  Intel que detectou que os brasileiros sao o quinto Quinto (the fifth) may refer to:
  • Quinto, Switzerland, a municipality in the canton of Ticino
  • Quinto, Spain, a municipality in the province of Zaragoza
  • Quinto, Italy:
 maior grupo de leitores de blogs, com 10% a mais de leitores que a media mundial. Dos 170 milhoes de blogueiros do mundo, 5,9 milhoes sao brasileiros. O Brasil possui o maior numero de usuarios de redes sociais (Orkut A social networking site sponsored by Google and named after Google developer Orkut Buyukkokten. Launched in early 2004, Orkut was originally an invitation-only site, but was later opened to the general public. Membership exceeded 40 million users within two years. , YouTube A popular Web video sharing site that lets anyone store short videos for private or public viewing. Founded in 2005 by Chad Hurley, Steve Chen and Jawed Karim, it was acquired by Google in 2006 for $1.65 billion. ), ficando o Mexico em segundo lugar Lugar may refer to:
  • Dick Lugar, a United States senator.
  • Lugar, East Ayrshire, a small village in southwest Scotland.
  • Lugar, Portugal, a small administrative subdivision of Portugal.
. O tempo de navegacao dos brasileiros nas redes sociais foi de 23 horas e 30 minutos em julho de 2007, ficando a frente dos EUA EUA Examination under anesthesia, see there  e Japao.

Os dados impressionam, dada a velocidade com que as redes sociais adquirem importancia em termos sociais e culturais e tornam-se alvos do marketing e da publicidade (as verbas publicitarias digitais comecam a superar as mais tradicionais). Detectar os gostos e as preferencias dos usuarios, potenciais consumidores on-line e off-line, torna-se imprescindivel para o mercado For the hispanic surname "Mercado", please see de Mercado.

Mercado first originated in Spain. In English it means 'market'.

Is the last name of the 'Great' Fifa Soccer player Eswold.
 contemporaneo.

Os sites de relacionamento como Orkut, MySpace The most popular social networking site on the Web, especially for teenagers and people under 30. Founded in 2003 by Tom Anderson and Chris DeWolfe, MySpace was acquired by Rupert Murdoch's News Corporation via its $500 million purchase of parent company Intermix in 2005. , Facebook A social networking site founded in 2004 by Mark Zuckerberg. It initially targeted Harvard students, but was later opened to other universities and then high schools. In 2006, Facebook allowed everyone to join and also added a News Feed feature that would broadcast changes in members' , alem de aproximarem amigos e os amigos dos amigos Amigos dos Amigos (ADA, Friends of Friends) is a criminal organization that operates in the Brazilian city of Rio de Janeiro. It was started up in 1998 when a Comando Vermelho was expelled from the organization for ordering the murder of another member The gang's , propiciam associacoes entre usuarios que nao pertencem a mesma rede de amigos mas partilham afinidades comuns, o que cria cria

young offspring of camelids.
 redes cada vez mais complexas de serem identificadas. Construidos pelos proprios usuarios, e indicando preferencias, gostos, habitos, estilos, uma multidao de perfis se desloca na rede atravessando as barreiras Barreiras is a city located in the west of the state of Bahia, Brazil. It is the most important urban, political, technological and economic center of the western region of the state. Its economy is based on livestock raising and agriculture.  geograficas, de genero, classe social, raca e etnia. Os perfis sao feitos Feitos is a Portuguese parish, located in the municipality of Barcelos. It has a population of 534 inhabitants and a total area of 5.25 Km².

    
 com palavras-chaves--livros, filmes, programas de TV, musicas, bandas e outras tantas que podem ser acrescentadas pelo usuario--, um texto livre li·vre  
n.
1. See Table at currency.

2. A money of account formerly used in France and originally worth a pound of silver.
 autodescritivo e fotos. Os participantes tornam visiveis seus modos de viver Viver is a town in the Castellón province of Valencian Community, Spain. It is in the comarca (region) of Alto Palancia. Geography
The municipality has an area of 49.9km², is crossed by the river Palancia, and an area in the south is part of the Calderona mountain range.
 singulares, dificeis de serem enquadrados estatisticamente em algum algum (ăl`gəm, ôl`–), or almug (ăl`məg, ôl`–), precious wood mentioned in the Bible (2 Chron. 2.8; 9.  padrao previamente estabelecido.

Cada vez mais, os usuarios utilizam diversas ferramentas para insercao de videos, fotos, animacoes, charges, musicas em busca da customizacao frequente de suas paginas a fim de torna-las expressoes de seus estilos e momentos de vida. Multicodigos (2) embaralham qualquer eixo comum que pudesse fornecer um parametro solido SOLIDO, IN, civil law. In solido, is a term used to designate those contracts in which the obligors are bound, jointly and severally, or in which several obligees are each entitled to demand the whole of what is due.
     2.-1.
 e legivel para identificacao das tendencias e padroes entre os usuarios. Os perfis sao montados, principalmente, com a selecao e listagem de bens culturais consumidos e de atividades sociais preferidas, abandonando tradicionais indicadores, como marcas de carro e vestuario, tipos de moradia, aparelhos eletronicos etc.

As pessoas se apresentam a rede pelos perfis e pelas paginas personalizadas nas quais compartilham suas preferencias. E pela fruicao de bens culturais que e constituida a mediacao entre os usuarios, e ela e resultado de praticas de consumo. Essa fruicao, porem, nao e apenas indice In´dice

n. 1. Index; indication.
 de identidade ou estilizacao de vida, status ou capital cultural. Os bens estao ali tambem para circulacao, nao importando mais de quem e de onde partiram e ao que se destinam. As atividades de circulacao de perfis pela rede tornam cada vez mais complexo este usuario-consumidor-produtor atravessado por uma contagiante e viral Meaning "related or caused by a virus," with regard to computers and information technology, the term refers less to a computer virus than it does to information that spreads quickly via the Internet. See viral marketing and viral video.  pluralidade de preferencias e estilos.

Em que medida a construcao desses perfis em sites de relacionamentos aponta uma nova nova: see supernova; variable star.
nova

Any of a class of stars whose luminosity temporarily increases by several thousand up to a million times normal.
 direcao da cultura contemporanea na qual manter uma presenca digital e o ato de partilhar a si mesmo com os outros e por ele se inventar?

Quando as dinamicas das relacoes comecam a se tornar "legiveis", e o consumo a ser identificado como elemento produtor na sociedade tecnologica pos-industrial, a exigencia constante da construcao de si, agora "livre" de modelos, e dada pelas escolhas que se faz. A identidade, formacao que se da com base na construcao de uma alteridade, e substituida pela subjetivacao modulada por escolhas que sao exibidas e compartilhadas. Como pensar essa cultura quando ela e interligada por conexoes de gostos e estilos que ultrapassam as fronteiras entre individuos? De quais ferramentas conceituais se dispoe quando as categorias de classe social, distincao cultural, estilos de vida se veem impotentes para dar conta Conta is a genus of catfishes (order Siluriformes) of the family Erethistidae. It includes two species, C. conta and C. pectinata.[1] Distribution and habitat
C.
 da mistura mistura

[L.] mixture.
 e mobilidade do usuario nas redes, em que espacos publico e privado Pri`va´do

n. 1. A private friend; a confidential friend; a confidant.
 estao indistintos? Como compreender esse consumidor de experiencias tanto Tanto may refer to several things. Please see:
  • Tantō - A Japanese weapon
  • Tanto, Stockholm - A district of Stockholm, Sweden.
See also: Tonto.
 proprias como de outros por meio da contaminacao de representacoes proporcionada pelas redes da internet?

Para tal, precisa-se alargar a compreensao do sentido da tecnologia. Compreende-se tecnologia, como definida por Nikolas Rose Nikolas Rose (B. 1947) is a prominent British sociologist and social theorist. He is currently acting as James Martin White Professor of Sociology at the London School of Economics and Political Science LSE  (2007: 17), pelos conjuntos hibridos de conhecimentos, instrumentos, pessoas, sistemas de julgamento, construcoes e espacos. E que, positivamente, passa a ser compreendida como dispositivo de misturas que remodelam a vida:

Cada tecnologia tambem requer a reconfiguracao de uma forma forma,
adj/n minor elements between the members of a botanical species.
 de vida, a remodelagem de varias funcoes para humanos, um pequeno corpo de tecnicas requisitado para ser usado como dispositivo, novas praticas de inscricao, tecnicas mentais requisitadas para se pensar em termos de certas praticas de comunicacao, as praticas de si orientadas por telefones moveis, o processador de palavras, a Web, e assim por diante (idem: 52). (3)

Perfis e mercadorias

Na sociedade moderna industrial, o consumidor era identificado por categorias demograficas: classe social, geracao, genero, tipos psicologicos. Esses indicadores eram obtidos por meio de tecnicas de pesquisas quantitativas e de entrevistas que buscavam extrair certa identidade diante de um consumo de massa Massa, in the Bible
Massa (măs`ə), in the Bible, seventh son of Ishmael.
Massa, city, Italy
Massa (mäs`ä), city (1991 pop. 66,737), capital of Massa-Carrara prov.
. Tecnicas de pesquisa ditadas pela audiencia audiencia (oudyān`syä), royal court of justice in Spain and the Spanish Empire, varying greatly in its form and function but having some administrative as well as judicial capacity.  de um produto particular e relativa a uma categoria estavel. O conhecimento sobre esses perfis de audiencia se dava por enquadramentos feitos com base em parametros estabelecidos de gostos e habitos relacionados a indicadores economicos, sociais e culturais que delimitavam as diferenca entre segmentos.

Na passagem para a sociedade pos-industrial e pos-moderna, ha profusao de informacoes e imagens, mobilizacao social e cultural, mistura de generos e de todas as ordens, e o consumidor nao pode mais ser submetido a divisoes rigidas, tornando cada vez mais complicadas as classificacoes como as de classe A/B/C, perfis arrojados, moderados e conservadores. Nas redes sociais da internet, constata-se a existencia de mecanismos de individuacao sofisticados, sejam eles selecao "dos preferidos", descricao de perfis, expressoes de desejos e interesses, customizacao das paginas. Agora, para conhecer esse consumidor e seu estilo de vida, bancos de dados sao baseados em uma variedade de representacoes, e as vezes ate as do mesmo usuario em ambientes e situacoes diferentes. Ja nao se pode dizer "o consumidor", pois ele e cada vez mais o resultado de algoritmos e de simulacao digital, cuja natureza depende da composicao do banco de dados.

Mark Poster (2006: 87-115) avalia que ha uma multiplicacao do consumidor, a construcao de um self adicional sem que o self real tenha consciencia do que esta acontecendo. Essa mercadoria informacional se torna
  • Torna Hundred
  • For the county Torna of the former kingdom of Hungary see Turňa
  • Torna, India (in Pune District)
 fonte de valor valor

a rodenticide no longer marketed because of toxicity in horses causing dehydration, abdominal pain, hindlimb weakness, inappetence, fishy smell in urine. Called also N-3-pyridyl methyl N1-p-nitrophenyl urea.
 para o mercado e e possivel ate se falar em "roubo de identidade". Como exemplo, o IBOPE IBOPE (Brazilian Institute of Public Opinion and Statistics -- in Portuguese, Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística) is a company that conducts research on various topics both in and outside Brazil.  Loja Loja (lō`hä), city (1990 pop. 94,305), capital of Loja prov., S Ecuador, on the Zamora River, at the terminus of the Ecuadorian section of the Pan-American Highway. It is a commercial center for the agricultural resources of the area.  oferece em sua pagina, ao custo de 3.116,00 reais, o perfil, a movimentacao, os habitos de navegacao, as horas navegadas, os tipos de acesso, o perfil demografico por sexo, idade, escolaridade, ocupacao dos usuarios da internet entre 12 e 17 anos, durante Durante, family: see Duran.  o periodo de 1 a 30 de julho de 2007.

A mercadoria informacional nao e so gerada pelas pesquisas domiciliares e entrevistas em profundidade. Tambem sao utilizados processamentos dos rastros das informacoes geradas pelas pessoas (cartoes de creditos, listas, compras on-line, paginas acessadas), dos cookies que as seguem em seu cotidiano, das escolhas feitas, dos estilos de vida criados. As pessoas constroem e "vendem" seus perfis sem saber que o fazem, e vidas, experiencias pessoais e modos de ser comecam a gerar valores. Essas novas praticas de geracao constante de informacoes armazenadas em bancos de dados mudam os modos pelos quais os individuos sao constituidos como consumidores. Uma linguagem e criada, e a partir dela e mudado nao somente como o consumidor e constituido, mas como o sujeito pode ser conhecido, quer dizer, nossos sistemas de representacao (escrito, estatistico, digital) podem condicionar o objeto a ser conhecido. Uma nova forma de saber e um novo objeto para se tornar conhecido (Zwick & Dholakia 2004).

Exemplo da tentativa da criacao de uma nova linguagem e um estudo relatado em "Social network profiles as taste performances", de Hugo Liu (2007). Trata-se de uma pesquisa em andamento que busca pelos perfis do site de relacionamento MySpace.com. Foram coletados 127.477 perfis, por um periodo de tres meses, e submetidos aos modelos estatisticos computacionais de ponta e a interpretacao de semanticas de gosto. O objetivo da pesquisa e dar conta dos motivos, paradigmas e estruturas demograficas dos gostos dos usuarios da rede, de modo que o modelo de analise tambem possa ser estendido a compreensao dos consumidores do mundo off-line.

A modernidade cria um individuo em permanente atividade de reflexao para descobrir e produzir a verdade acerca de si. Nao se tem mais como recurso uma narrativa metafisica e sim um constante dialogo com diferentes corpos de conhecimento, que fornecem as tecnicas pelas quais o individuo pode esperar interpretar a si mesmo e saber se conduzir. Diversos autores constatam na contemporaneidade um novo panoptico, em que os deslocamentos nas redes estao submetidos ao olhar sempre sem·pre  
adv. Music
In the same manner throughout. Used chiefly as a direction.



[Italian, always, from Latin semper; see sem-1 in Indo-European roots.]
 vigilante vigilante n. someone who takes the law into his/her own hands by trying and/or punishing another person without any legal authority. In the 1800s groups of vigilantes dispensed "frontier justice" by holding trials of accused horse-thieves, rustlers and shooters, and  (Andrejevic 2003; Arvidson 2004; Humphreys 2006; Zwick & Dholakia 2004). Uma mobilidade vigiada em que o consumidor e construido como objeto de conhecimento pelo marketing por meio do uso da tecnologia da internet de vigilancia e de individuacao. Individuacao requer vigilancia para separar e classificar individuos, e assim se obter conhecimento: "o consumidor nao somente e olhado, mas e olhado olhando" (Humphreys 2006).

As avaliacoes e aos estudos sobre a sociedade de controle mediada pelas novas tecnologias de comunicacao e informacao podem ser acrescentadas as analises sobre a passagem do modelo de capitalismo industrial para o pos-industrial e globalizado, em que o consumo e a producao de bens imateriais conduzem as exigencias da subjetividade mais plastica e de um trabalhador mais flexivel em funcao da riqueza formada pelo conhecimento.

Uma solicitacao de emprego no site SixApart (www.sixapart.com) chama a atencao para essa mudanca. Uma empresa de criacao de software precisa de um gerenciador de comunidades que devera desempenhar a funcao de representante da comunidade dos clientes da empresa. Suas funcoes serao monitora-la, engajar-se nas conversacoes, desenvolver relacoes verdadeiras com os membros, conduzir processos e encorajar a interacao dos membros. Os requisitos para o candidato sao--alem dos predicados de formacao tecnica em aplicacao de softwares --experiencia como animador de redes de relacionamento, desejo e paixao por expor conteudos (em websites, blogs, wikies, podcasts), talento para interligar pessoas, conhecimento para criar ferramentas interpessoais de promocao de comunicacao entre os membros e capacidade para incentivar o alargamento da rede.

E interessante observar os aspectos ressaltados para a ocupacao da vaga: saber interagir, ter experiencia em redes de relacionamento, ter talento para a comunicacao, ser entusiasmado, gerar novidades e, principalmente, ter o desejo e a paixao por essa atividade. Um perfil constituido por qualidades intangiveis, dificeis de serem avaliadas e mensuradas nos curriculos tradicionais: a habilidade de se relacionar, de afetar e ser afetado, ser sensivel as variacoes de gostos e de interesses. Nao se trata aqui de vender ou comprar alguma coisa, porem criar redes de colaboracao e de comunicacao. Um trabalhador ativo, criativo e culturalmente habil para se deslocar e gerenciar perfis com habitos, interesses, preferencias, gostos e humores.

Consumo como producao

As formas de assujeitamento fordista (trabalho disciplinar, estado e espetaculo) sao hoje substituidas por subjetividades que se definem pela capacidade de afetar e ser afetadas, o que destaca a importancia da comunicacao. Para o economista Christian Marazzi (1988), um aumento da produtividade resultou na ampliacao da capacidade comunicativa da sociedade (circuitos de qualidade, pesquisas sobre os consumidores) em que toda a vida cotidiana se torna materia materia /ma·te·ria/ (mah-ter´e-ah) [L.] matter.

materia al´ba  whitish deposits on the teeth, composed of mucus and epithelial cells containing bacteria and filamentous organisms.
 a ser explorada pelo capital. A dimensao imaterial dos produtos prevalece, e os valores simbolicos, esteticos e sociais sao de uso pratico e de troca. Uma virada biopolitica da economia em que ocorre a producao do homem pelo homem pela inovacao e criatividade.

O pos-fordismo caracteriza-se pela entrada do fluxo da informacao no processo produtivo, momento este em que comunicacao e producao se superpoem na distribuicao--a leitura otica e os codigos de barra --com funcao estrategica na regulacao do fluxo produtivo, na obtencao de informacoes sobre consumo, estoque, cliente. Ao controlar o ciclo de vida da producao pelo fluxo de dados, e determinar tempo e quantidade de producao pela movimentacao dos proprios produtos, as vendas efetivas comandam diretamente o estoque e, com isso, a producao de mercadorias.

Na analise de Marazzi (1988), como modelo de producao, empresarial e consumo, o pos-fordismo inicia-se a partir da decada de 1980, momento em que o mercado esta saturado, seja porque os produtos de massa atingiram seu limite (automovel), seja porque o poder de compra medio da populacao consumidora e estavel ou regrediu. Nao e mais possivel produzir grandes series de produtos estandardizados, acumular estoques em vista de um consumo garantido, proceder por uma economia de escala. E preciso conhecer o consumidor: sujeitos de consumo e relacao em tempo real aos gostos das pessoas. A partir de entao, com as novas tecnologias de informacao e comunicacao, surge um novo trabalhador, o chamado operariado cognitivo, de quem, diferente do fordista disciplinado, sao exigidas flexibilidade, criatividade, autonomia, plasticidade e iniciativa.

O valor da informacao passa a ser vital na economia. Ninguem compra uma acao da Apple levando em consideracao os seus bens materiais. O que conta sao contatos, potencialidades da estrutura de marketing, vontade de vencer, capacidade organizacional e forca de invencao de seu pessoal, portanto se tratam de bens ou ativos intangiveis. O recurso humano intelectual e a origem do valor, e ele e nulo se nao for capturado e transformado em propriedade. Isso requer a elaboracao de sistemas de informacao, analises da clientela e conhecimento das relacoes.

Um aspecto associado a interpretacao anterior anterior /an·te·ri·or/ (an-ter´e-or) situated at or directed toward the front; opposite of posterior.

an·te·ri·or
adj.
1. Placed before or in front.

2.
 e que o consumo substitui a producao como chave da inteligibilidade de nosso presente. Os bens imateriais nao se esgotam quando utilizados, pelo contrario, sao geradores de outros bens e servicos. A economia classica tendia a transformar o consumo como efeito de renda e de problematica individual. A critica sociologica procedeu de forma inversa ao mostrar que o consumo seria determinado socialmente pelo grupo ao qual se pertence, o que enfatizava a dimensao simbolica do consumo.

O consumo nao e mais somente identificavel a presenca de bens fisicos (carros, vestuario, objetos etc.) e a formacao de um certo capital cultural, ele e tambem associado aos gostos, preferencias culturais, afinidades, habitos, atividades de lazer, temperamento, humor humor, according to ancient theory, any of four bodily fluids that determined man's health and temperament. Hippocrates postulated that an imbalance among the humors (blood, phlegm, black bile, and yellow bile) resulted in pain and disease, and that good health was , interesses, particularidades, enfim performances, escolhas flutuantes e transitorias. Caso se considere que essas escolhas sao resultados de atos de consumo, pode-se compreender o consumo como uma estetica, uma experiencia reflexiva e formal, que tem o potencial para produzir mudancas individuais e coletivas.

Liberacao do consumo

O sociologo Pierre Bourdieu Pierre Bourdieu (August 1, 1930 – January 23, 2002) was an acclaimed French sociologist whose work employed methods drawn from a wide range of disciplines: from philosophy and literary theory to sociology and anthropology.  (1983) avalia que as diferentes posicoes no espaco social correspondem estilos de vida e sistemas de desvios diferenciais que sao a traducao simbolica de diferencas objetivamente inscritas nas condicoes de existencia. O habitus habitus /hab·i·tus/ (hab´i-tus) [L.]
1. attitude (2).

2. physique.


hab·i·tus
n. pl.
, como "principio unificador e gerador de todas as praticas" (idem: 83), tende a conformar e a orientar a acao e o consumo como socialmente identificaveis, o que funciona para estabelecer fronteiras entre grupos, na medida em que e produto das relacoes sociais, assegurando a reproducao dessas mesmas relacoes objetivas que o engendraram.

Bourdieu considera como a realidade e reproduzida por nossas praticas. O ambiente em que se cresce transmite valores e crencas, prazeres e desprazeres, criando disposicoes de pensamento e comportamento que se tornam habitus da pessoa. As acoes e escolhas sao determinadas pelo "habitus em nos". Nao se e livre desde que se e produto de fatores externos. Classe social e filiacao cultural estao interligadas. Pierre Bourdieu retira a exclusividade dos fatores economicos do epicentro das analises da sociedade, liberando o conceito de violencia simbolica, o qual se traduz em gostos e estilos de vida legitimados pelas classes dominantes, e que gera, pelo consumo, a distincao social.

Ja a leitura do sociologo Mike Featherstone (1995), com base nos trabalhos de Bourdieu, compreende a nocao de estilo de vida como uma tendencia na cultura pos-moderna que nao mais exige uma coerencia interna. O consumo ainda marcaria uma economia de prestigio com bens escassos que demandam um recurso de tempo, dinheiro, saber. Esses bens sao interpretados como status e comportam signos de realizacao de desejos e fantasias, alimentando uma ideia de self e de autenticidade. Porem Featherstone libera Libera may refer to:
  • Libera (mythology), a Roman goddess of fertility and wife of Liber
  • Libera (music), a boy choir from London
  • Libera me, a movement of the Requiem
 da nocao de classe social a leitura dos gostos e do consumo. Para ele, o consumo das subculturas tomou os lugares de classe, religiao, geracao e genero como fontes de interesse e identificacao. Uma multiplicacao das identidades dos consumidores e resultado da dissolucao de uma nova pequena burguesia que busca se diferenciar ao criar estilos de vida proprios.

Colin Campbell There have been several notable people named Colin Campbell:

in Scottish history:
  • Cailean Mór (d. ≥ 1296), also known as Sir Colin Campbell, or "Colin the Great"
  • Colin Iongantach (d. c.
 (2006), por sua vez, avalia a cultura do consumo desprendida tanto das categorias sociais como culturais. Considera a cultura atual como individualista, legitimada por decisoes associadas aos sentimentos e emocoes que residem no self e, deste modo, o consumo nao possui uma natureza publica (idem: 49).
   [...] o proprio consumo pode propiciar a significancia e a
   identidade que os seres humanos modernos tanto desejam, e que e em
   grande parte atraves dessa atividade que os individuos podem
   descobrir quem sao, e conseguir combater seu senso de inseguranca
   ontologica (idem: 63-64).


O consumo para Campbell pode ser pensado sem estar submetido as classes hegemonicas e as identidades subculturais, porem ainda identificavel a um self que se ve refletido nas praticas de consumo de bens.

Hoje se assiste a emancipacao do consumo de seu passado pas·sa·do  
n. pl. pas·sa·dos or pas·sa·does
A fencing maneuver in which the foil is thrust forward and one foot advanced at the same time.
 instrumental que nao precisa mais se justificar em referencia a qualquer coisa (necessidade, identificacao, autoconfianca, grau de adequacao, identidade social), a nao ser ao seu proprio prazer, volatil, efemero, evasivo e caprichoso. Esse diagnostico do sociologo Zygmunt Bauman Zygmunt Bauman (born 19 November 1925 in Poznań) is a Polish sociologist who, since 1971, has resided in England after being driven there by an anti-Semitic purge organized by the Communist Party of Poland.  (2001: 14) propoe que o consumo se torna hoje a sua propria pro·pri·a  
n.
Plural of proprium.
 finalidade: a liberacao de fantasias e quereres, em que o querer substitui o desejo como forca motivadora de consumo.

Na sua compreensao, a modernidade teria descoberto que a volatilidade das condicoes normativas e limitrofes dos "quereres" irracionais, como no taylorismo e fordismo, nao era tao eficiente quanto a volatilidade das condicoes que asseguravam os individuos. A politica Politica is the undergraduate journal of the Department of Political Science at the University of California, Berkeley. Politica solicits original student essays on topics broadly political.  da regulacao normativa foi substituida pela "policia da precarizacao", com sua flexibilizacao das condicoes humanas, inseguranca do presente e incerteza do futuro, e foi ate entao o melhor material para a construcao de uma ordem: a vida agora em pedacos elimina a mudanca da ordem mais radicalmente que a mais elaborada e custosa instituicao da vigilancia panoptica. Apesar do pessimismo de Bauman, sua analise aponta uma direcao quando diz que o consumo nao esta mais associado a qualquer coisa: necessidade, identidade social, identidade psicologica. Tal condicao libera o consumo, as preferencias e os gostos dos quadros de referencias estaveis--economica, social, cultural, psicologica--, o que permite poder pensar o consumo e os perfis a ele atrelados para alem de qualquer norma dada a priori a priori

In epistemology, knowledge that is independent of all particular experiences, as opposed to a posteriori (or empirical) knowledge, which derives from experience.
.

Perfis, preferencias, gostos de consumo nas redes digitais sao desprovidos de substancia material, o que desfaz a premissa das explicacoes de base utilitaria do comportamento do consumidor, e tambem das teorias classicas baseadas em necessidades racionais e de utilidade economica. Sao experiencias que nao sao reais, no sentido material, e nao sao imaginarias (no sentido de estarem apenas na mente).

As praticas de construcao e visualizacao dos perfis nas redes da internet envolvem a capacidade de cultivar cultivar

Any variety of a plant, originating through cloning or hybridization (see clone, hybrid), known only in cultivation. In asexually propagated plants, a cultivar is a clone considered valuable enough to have its own name; in sexually propagated plants, a
 e renovar desejos e gostos em continua con·tin·u·a  
n.
A plural of continuum.
 auto-elaboracao, e que possuam como condicao de possibilidade a liberdade para se buscar particulares estilos de existencia. Foucault, atento as praticas da conduta individual, explora como se participa em praticas que afetam e geram o exercicio de poder, pois todos, de algum modo, exercem poder sobre a propria conduta e maneiras. E possivel considerar as praticas de consumo e a construcao dos perfis como uma estetica que demanda uma efetiva atencao a si mesmo, um exercicio de poder sobre a propria conduta e sobre os outros na medida em que se escolhe aquilo que pode ser visto sobre si e sua forma de exibicao. Certo "empoderamento" dos usuarios que se constituem beneficiarios como individuos ativos e responsaveis pela habilidade de cuidar de suas vidas. Esse "empoderamento" nao deve ser visto como uma transferencia de poder para individuos que formalmente possuem pouco ou nenhum poder, e sim como uma tecnologia que busca criar autogoverno e responsabilidades individuais.

Considerando esses aspectos, o conceito de governabilidade, apontado por Michel Foucault Michel Foucault (IPA pronunciation: [miˈʃɛl fuˈko]) (October 15, 1926 – June 25, 1984) was a French philosopher, historian and sociologist.  e desenvolvido por autores como Nikolas Rose, e uma ferramenta interessante para se pensar o consumo e suas estilizacoes nas redes sociais. A governabilidade e a conducao da conduta dos outros: guiar, formar, dirigir a conduta dos outros, assim como tambem controlar os instintos e paixoes pessoais e governar a si mesmo. Tal conceito supoe antes an·te  
n.
1. Games The stake that each poker player must put into the pool before receiving a hand or before receiving new cards. See Synonyms at bet.

2.
 de tudo a liberdade do governado.

Quando todos os limites lim·i·tes  
n.
Plural of limes.
 sao abertos, segundo esses autores, hoje o problema nao e tanto a governabilidade da sociedade, porem a das paixoes por auto-identidade individual e coletiva: individuos e sociedades nao formados pela cidadania da Igreja, da escola, das redes publicas, mas pelos regimes de consumo comercial e politicas de estilo, quer dizer, o individuo atravessado pelas diversas comunidades culturais. Questao que e proposta: como se pode governar virtualmente em uma sociedade livre, nessa guerra contemporanea entre "subjetividades"?

Se o processo de subjetivacao no estado disciplinar era orientado para a reproducao da forca de trabalho, no pos-fordismo os dispositivos orientam processos autonomos e independentes de subjetivacao. E criada uma tensao entre a exigencia do exercicio da construcao de si de uma cultura vigiada e controlada e os estimulos a liberdade e a escolha. Os sites de relacionamento sao exemplares desta ambiguidade em que a livre iniciativa do usuario nutre os bancos de dados. No entanto, o que faz as redes sociais na internet mais interessantes e essa estetica de si que da forma aos perfis e paginas pessoais e atrai o olhar dos outros sem buscar unicamente distincao, estilizacao para descoberta de um self ou liberacao de fantasias em uma sociedade na qual tudo pode ser consumido. O que talvez esteja sendo gerado e um modo de ser simultaneamente individualizado e coletivo, quer dizer, uma subjetivacao tramada em rede, em que o exercicio de si passa pelo consumo e pela sua exposicao: compartilhar gostos e preferencias e permitir a ampliacao da sensibilidade as variacoes de gostos e estilos.

Uma economia em rede por meio da qual os atores se auto-organizam para produzir interatividade e performatividade que passam a alimentar as acoes, a producao e a riqueza. O consumo, por estar imerso em uma teia ampla de sensacoes e experiencias, de misturas de codigos, de signos excessivos, adquire entao um sentido para alem do esgotamento e da paixao consumptiva, que e ativar a afetividade e empatia, caracteristicas essenciais a subjetividade pos-fordista.

MySpace Brasil

O MySpace, maior rede social dos Estados Unidos e que tem a musica como centro de atencao, esta no Brasil desde 30 de outubro de 2007 (www.myspace.com) e em dois meses passou de 300 mil An Internet address domain name for a military agency. See Internet address.

(networking) mil - The top-level domain for entities affiliated with US armed forces.
 para 1 milhao de usuarios. Nos Estados Unidos, esta rede possui 110 milhoes de usuarios, e deles 60% tem menos de 24 anos, geracao nascida e criada com as novas tecnologias de comunicacao (NTC NTC Notice
NTC National Training Center
NTC National Telecommunications Commission
NTC National Transport Commission (Australia)
NTC Negative Temperature Coefficient
NTC Naval Training Center
). No Brasil, o seu maior concorrente e o Orkut, um fenomeno especialmente nacional. Como todo site de relacionamento, o MySpace contem paginas individuais que trazem perfis com descricao de cada membro, comentarios e recados recebidos por outros participantes da comunidade. Trata-se de esculpir um perfil de si mesmo por meio de textos escritos, imagens, sons. Um corpo digital composto geralmente por fotografia, detalhes demograficos (idade, orientacao sexual, etnia, localizacao), status (solteiro, casado, namorado), ocupacao, signo zodiacal, gostos (musicais, literarios, cinematograficos, televisivos), descricao do objetivo (amizade, namoro, profissional) e indicacao de quem se gostaria de conhecer.

As paginas se distinguem entre publicas e privadas, em que publica significa que o perfil e visivel para qualquer um e privada quando so e para amigos. O acesso e gratuito e sao oferecidos aplicativos para customizacao das paginas que geralmente possuem uma diagramacao propria e incluem fotos, links de videos, musicas e animacao preferidos, musica especialmente selecionada na abertura da pagina. Atualmente, o MySpace Brasil tambem conta com ferramentas que possibilitam ao usuario se conectar com os amigos do Orkut.

Com o pressuposto de que um site de relacionamento na internet e um espaco de estetizacao de si e que, ao permitir a socializacao de gostos e preferencias de consumo, ultrapassa os limites da identidade e do individuo, o br.myspace foi objeto de estudo durante o periodo de 15 de novembro a 15 de dezembro de 2007, com o objetivo de mapear a construcao de paginas e perfis brasileiros que naquele momento aderiam a esse site.

A escolha dessa rede, que nao e a mais utilizada no Brasil--os preferidos sao o Orkut e o YouTube--, deu-se porque naquele momento ela se tornava um braco do MySpace por aqui. Assim, ao ser realizada, a observacao permitiria acompanhar o momento da formacao de uma rede, a motivacao dos usuarios para nela se inserir e a montagem de perfis, mais especificamente daqueles que colocavam o Rio de Janeiro Rio de Janeiro, city, Brazil
Rio de Janeiro (rē`ō də zhänā`rō, Port. rē` thĭ zhənĕē`r
 na origem, estrategia utilizada como forma de fazer se assemelhar a amostra on-line com o grupo presencial entrevistado.

Foram utilizados os seguintes recortes: paginas com "perfis atualizados", de modo a excluir os novos e os que se retiram, e permanecer com usuarios que tem a preocupacao efetiva em manter a construcao de seus perfis. Como naquele momento a atualizacao ocorria em torno de 2.300 paginas por dia, a amostra foi calculada em cerca de 0,5% do total, e sempre constituida pelos dez primeiros perfis atualizados do dia. Nao foram consideradas paginas relacionadas a divulgacao de musicos, bandas, shows.

Alem da observacao diaria dos perfis durante esse periodo, foi constituido um grupo de usuarios que possui ampla intimidade com sites de relacionamento. O grupo foi formado por dez jovens do sexo feminino, entre 17 e 20 anos, moradoras da zona Sul do Rio de Janeiro, em vias de concluir o segundo grau ou ja no primeiro ano da faculdade. Todas fazem das redes sociais da internet uma ampliacao das redes presenciais, sendo que em varios momentos as ultimas derivaram de contatos no proprio site de relacionamentos a medida que os amigos de amigos acabavam ficando mais proximos. Um aspecto comum e importante do grupo era que nenhuma delas pretendia usar o site para promover ou divulgar musicas ou bandas, atividades que prevalecem no ambiente do MySpace. A motivacao principal era que elas queriam apenas estar naquela rede. O grupo foi submetido a entrevistas abertas e presenciais.

Os criterios para a escolha deste perfil do grupo foram a idade, em torno de 19 anos, que e a media do MySpace; o sexo feminino, porque a pesquisa realizada com jovens pelo Ibope/NetRatings indica que ha uma tendencia no crescimento do sexo feminino na internet do Brasil e que vem ultrapassando o masculino. O numero de dez jovens foi para manter correspondencia numerica com a amostra on-line. Ja o perfil classe A, zona Sul, no fim do segundo grau ou inicio da faculdade deu-se por serem caracteristicas daqueles que atuam ha muito tempo nas redes da internet dada a facilidade que tiveram de dispor de computadores e banda larga Larga may refer to several villages in Romania:
  • Larga, a village in Dofteana Commune, Bacău County
  • Larga, a village in Samarineşti Commune, Gorj County
  • Larga, a village in Suciu de Sus Commune, Maramureş County
 em casa, intimidade esta importante quando se indaga sobre a motivacao que leva alguem a transitar em mais de uma rede social.

A pergunta sobre o que as levavam a criar um perfil no Myspace, se o site preferido dos cariocas, segundo pesquisas, e o Orkut, e era este que todas continuavam a usar com maior frequencia, a resposta unanime foi: "Queremos ocupar todos os espacos!". Elas pretendem marcar presenca em todas as redes de relacionamento on-line e nelas construir uma pagina para ser vista por todos, sendo que esses "todos" sao amigos e pessoas que, segundo elas, sem duvida seriam interessantes, ja que chegaram a elas por amigos comuns da rede. Tambem seria otimo se muitas outras pessoas visitassem suas paginas. Outra pergunta foi sobre a motivacao --todas tem este habito--que as levava a constante alteracao e customizacao das paginas. Duas delas disseram que achavam isso "divertido" e que todos fazem assim; uma hesitou e nao soube identificar a razao; quatro disseram que os seus ambientes ficavam mais parecidos com elas proprias, o que se assemelhava a escolha que fazem do ringtone The audible sound made by a telephone to announce that a call is coming in. The traditional ringtone was in the 440-480 Hz range, but as cellphone usage grew, it became obvious that ringtone differentiation would become important.  nos celulares. As demais responderam que gostavam de manusear as ferramentas disponiveis e com elas inserir fotos, videos do YouTube, musicas e bandas que gostassem. Todas mantinham paginas e perfis com estilos diferenciados no Orkut e MySpace.

O motivo comum apontado para a utilizacao dos sites MySpace e Orkut era a vontade de permanecer junto jun·to  
n. pl. jun·tos
A small, usually secret group united for a common interest.



[Alteration of junta.
 aos amigos, saber o que estava acontecendo, como festas, shows, fofocas, postar fotos e receber comentarios sobre elas, obter informacoes confiaveis quando precisavam de alguma ajuda, como dicas de viagem e, principalmente, "fuxicar" as paginas de amigos, de amigos dos amigos, e de gente por quem estivessem interessadas. Uma delas, prestes a viajar para o exterior, conseguiu fazer um itinerario detalhado, com dicas de hospedagem para estudantes, precos, transportes, tudo por meio de seus sites de relacionamentos, que acabavam depois de algumas conexoes incluindo a participacao de jovens de diversos paises.

Na observacao dos perfis on-line foi constatada a presenca de usuarios de diversas regioes da cidade do Rio de Janeiro e arredores: zona Sul, Norte, Oeste, Baixada, Petropolis etc. Muitas paginas estao escritas em ingles This article is about an American supermarket chain. For a town in Gran Canaria, see Playa del Inglés.

Ingles (NYSE: IMKTA) is a regional supermarket chain based in Asheville, North Carolina, where Robert "Bob" Ingle opened the first store in Asheville, NC in
, o que pode revelar o desejo de expor os perfis em uma rede mais global. Ha um alto indice de customizacao das paginas, de insercao de videos, musicas, fotos pessoais e de amigos. Nos perfis, aspectos familiares quase nao sao mencionados, assim como referencias a escola, ao trabalho ou qualquer outra instituicao tradicional. Tambem ha poucas indicacoes sobre projetos futuros e historias passadas. Grande parte da descricao dos perfis e feita pela identificacao de gostos pessoais relacionados ao consumo de bens culturais (filmes, programas de televisao, musicas, bandas, livros) das mais diversas naturezas (mistura de cultura pop, classica, popular etc.) e com origens na propria internet, como o YouTube, ou fora dela. Raramente e colocada no perfil qualquer mencao explicita a objetos de consumo de outra natureza que nao ligados a cultura e ao entretenimento, como carros, roupas, tenis, marcas preferidas.

Como caracteristicas predominantes, aparecem o cuidado dos usuarios em personalizar as paginas, em montar perfis com indicacao de preferencias culturais, coloca-los em circulacao como forma de compartilhar gostos e interesses, e manter contato com os amigos. E o usuario que escolhe a formatacao de suas paginas, cria seu perfil e decide como e exibido, sendo que as escolhas de um usuario, como foi observado na pesquisa com o grupo de jovens, nao sao necessariamente as mesmas em um outro For other uses, see Outro (album).

For other uses, see Outro (computer gaming).

An outro (sometimes "outtro") or extro means the conclusion to a piece of music, literature or television program. It is the opposite of an intro.
 site de relacionamento que mantenha e podem ser alteradas varias vezes.

A estetizacao das paginas revela gosto, sensibilidade e interesses do usuario. Cabe somente a ele decidir como quer ser visto e o limite dessa exibicao (apenas para amigos ou aberta). Ao se mostrar por ela, o usuario tambem esta aberto aos julgamentos, as reacoes explicitas, ao testemunho de afetos de uma rede na qual escolheu se inserir. Nos sites de relacionamento, ocorre a producao e consumo intensos de experiencias pelo exercicio que cada um faz sobre si mesmo e pelo contato que todos mantem com vidas e escolhas alheias.

Referencias bibliograficas

ANDREJEVIC, M. "Monitored mobility in the era of mass costumization", in Space and Culture, vol. 6, no 2, maio/2003, p. 132-150.

ARVIDSON, A. "On the 'pre-history of the panoptic sort': mobility in market research", in Surveillance & Society, no 1 (4), 2004, p. 456-474. Disponivel em: <http://www.surveillance-and-society.org>. Acesso em: 15/5/2006.

BAUMAN, Z. "Consuming life", in Journal of Consumer Culture, no 1, 2001, p. 9-29.

BOURDIEU, P. "Gostos de classe e estilos de vida", in ORTIZ, R. (org.) Pierre Bourdieu. Sao Paulo: Atica, 1983, p. 82-122.

CAMPBELL, C. "Eu compro, logo sei que existo: as bases metafisicas do consumo moderno", in BARBOSA, L. & CAMPBELL, C. (orgs.). Cultura, consumo e identidade. Rio de Janeiro: FGV FGV Fundacao Getulio Vargas (Brazil)
FGV Fundação Getulio Vargas (Brasil)
FGV Ferrocarrils de La Generalitat Valenciana (railway company in Spain)
FGV Full Gold Veneer
, 2006, p. 47-64.

DATAMONITOR. Disponivel em: <http://www.datamonitor.com>. Acesso em: 15/12/2007.

eMARKETER. Disponivel em: <http://www.emarketer.com>. Acesso em: 15/12/2007.

FEATHERSTONE, M. Cultura de consumo e pos-modernismo. Sao Paulo: Nobel, 1995.

HUMPHREYS, A. "The consumer as foucauldian 'object of knowledge'", in Social Science Computer Review, no 24, 2006, p. 296-309.

LIU, H. "Social network profiles as taste performances", in Journal of Computer-mediated Communication Computer-Mediated Communication (CMC) can be defined broadly as any form of data exchange across two or more networked computers. More frequently, the term is narrowed to include only those communications that occur via computer-mediated formats (i.e. , vol. 13 (1), artigo 13, 2007.

MARAZZI, C. La place des chaussettes. Paris: L'Eclat, 1988.

PIMENTA, F. J. P. Hipermidia e ativismo global. Rio de Janeiro: Sotese, 2006.

POSTER, M. Information please. Duke University, 2006.

ROSE, N. The politics of life itself. Princepton: Princeton University Princeton University, at Princeton, N.J.; coeducational; chartered 1746, opened 1747, rechartered 1748, called the College of New Jersey until 1896. Schools and Research Facilities
 Press, 2007.

--. Powers of freedom. Cambridge: Cambridge University Press Cambridge University Press (known colloquially as CUP) is a publisher given a Royal Charter by Henry VIII in 1534, and one of the two privileged presses (the other being Oxford University Press). , 1999.

SIXAPART. Disponivel em: <http://www.sixapart.cpm>. Acesso em: 2/10/2007.

WACQUANT, L. Esclarecer o habitus. Disponivel em: <http://www.sociology.berkerly.edu/faculty/wacquant> Acesso em: 5/4/2006.

ZWICK, D. & DHOLAKIA, N. "Whose identity is it anyway? Consumer representation in the age of database marketing", in Journal of Macromarketing , jun./2004, p. 24-31.

Marta de Araujo de Araujo may refer to:
  • César Calvo de Araujo (1910-1970), Peruvian writer and painter
  • Fernando Ferreira de Araujo (born 1962), Brazilian artist
  • João Batista Oliveira de Araujo, Brazilian politician
  • Marcos Gomes de Araujo (born 1976), Brazilian striker
 Pinheiro (1)

(1) Professora e pesquisadora do Mestrado em Comunicacao e Sociedade da Universidade Federal de Juiz de Fora Universidade Federal de Juiz de Fora (Federal University of Juiz de Fora) - UFJF - is a university located in the city of Juiz de Fora, state of Minas Gerais, Brazil.  (UFJF UFJF Universidade Federal de Juiz de Fora (Brazilian University) ). Doutora em Comunicacao pela Escola de Comunicacao da Universidade Federal do Rio de Janeiro The Federal University of Rio de Janeiro (Portuguese: Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ) is the largest federal university of Brazil, where state-owned universities are the best and most qualified institutions.  (ECO-UFRJ).

(2) "[...] a articulacao de suportes e codigos, desde o planejamento grafico, incluindo a tipologia, ate os textos, animacoes, videos e sons, entre eles a voz [....]" (Pimenta 2006: 34).

(3) Traducao livre de: "Every tecnology also requires the inculcation in·cul·cate  
tr.v. in·cul·cat·ed, in·cul·cat·ing, in·cul·cates
1. To impress (something) upon the mind of another by frequent instruction or repetition; instill: inculcating sound principles.
 of a form of life, the reshaping of various roles for humans, the little body techniques required to use the devices, new inscriptions practices, the mental techniques required to think in terms of certain practices of communication, the practices of the self oriented o·ri·ent  
n.
1. Orient The countries of Asia, especially of eastern Asia.

2.
a. The luster characteristic of a pearl of high quality.

b. A pearl having exceptional luster.

3.
 around the mobile telephone, the world processor, the World Wide Web and so forth".
COPYRIGHT 2008 Associacao Escola Superior de Propaganda e Marketing - ESPM
No portion of this article can be reproduced without the express written permission from the copyright holder.
Copyright 2008 Gale, Cengage Learning. All rights reserved.

 Reader Opinion

Title:

Comment:



 

Article Details
Printer friendly Cite/link Email Feedback
Title Annotation:texto en portugués
Author:de Araujo Pinheiro, Marta
Publication:Comunicacao, Midia E Consumo
Date:Nov 1, 2008
Words:5793
Previous Article:"Allah in Deutschland?": representacoes da comunidade islamica na revista Der Spiegel.
Next Article:Comunicacao e cidadania: o caso exemplar de O Emancipador, de mocambique.
Topics:

Terms of use | Copyright © 2014 Farlex, Inc. | Feedback | For webmasters